HQ

marvel

Sergio Aragonés: Massacra a Marvel

Depois de esculachar os heróis da Distinta Concorrente a dupla dinâmica Sergio Aragones e Mark Evanier resolveram fazer o mesmo com a Marvel Comics.

Logo na página de abertura Sergio diz que conhece os personagens desde muchacho, mas segura uma revista do Batman (e pergunta qual dos heróis é o Demolidor). Desta vez a dupla foi parar no escritório da Casa de Ideias (só que não havia ninguém lá).

A zoação começa com Sergio perguntando por Stan Lee, Steve Dikto e Jack Kirby. Quando o artista lê no quadro que todas as edições estão atrasadas (e que o pessoal poderá ser despedido). Decide ajudar seus amigos de redação.

Há espaço até para citar Wally Wood e Don Heck (enquanto Mark cochila Sergio começa a trabalhar). Logo Uatu conta como cansou de ficar vigiando o universo, passou a assistir TV a cabo e por último voltou sua atenção para as tragédias na Terra.

O vilão Senar Gago Sério invade os domínios do Príncipe Namor (que faz um discurso sobre seu rabo de cavalo). Este período relembra a época em que John Byrne trabalhou com o herói.

Então Namor é congelado pelo vilão que faz uma alusão ao Capitão América. O Vigia comenta que irá ver um episódio de Arquivo X (um sensacional seriado dos anos 90 com Mulder e Scully).

Em “Contemplem … uma reles imitação!”, temos uma discussão no Edifício Baxter entre Johnny, Sue e Bem que deseja largar o grupo. Sue e Johnny estão irritados, pois também desejam abandonar o Quarteto Fantástico.

A história em si é muito engraçada (ainda mais quando Reed surge de repente), porém tinha sido dado como morto. E deveria voltar numa edição especial.  A solução é… abandonar o Quarteto Fantástico.

Isto era um fato que já havia acontecido nas edições da família de heróis e foi bem explorado neste gibi. Só que as situações absurdas não param por aí.

Além de um homem da Associação de Normas Técnicas, o Demolidor (entra estraçalhando uma janela), Homem de Ferro surge quebrando a parede (mais nem ele sabe quem está usando a armadura). Thor arrebenta o teto e todos se candidatam a membros do grupo.

Quando o Coisa reclama que teriam seis membros. Os heróis dizem em uníssono: “nós vamos abandonar o Quarteto Fantástico”.

As invasões continuam com Doutor Destino (explicando física e falando de suas milhares de aparições), Sue dizendo que ela serve apenas para enfeitar o grupo (tanto que aparece de bíquini). Também temos  até o vilão Senar Gago Sério invadindo o Edifício Baxter e abandonado o grupo. Simplesmente de longe é a melhor história de todas de tão divertida.

Em “Com Grandes Poderes, vem também um Grande Merchandising”, é a vez do Homem-Aranha ser zoado. Passeando por sua origem, morte da Tia May, casamento com Mary Jane e até o momento que deixa o uniforme numa lixeira (um momento clássico nas histórias do herói).

Peter voltar para pegar seu uniforme pensando no dinheiro que irá perder com a queda na venda de brinquedos. O herói ainda arranja tempo para enfrentar o Sexteto Sinistro e até várias versões de si mesmo de outras mídias.

Senar Gago Sério invade o ambiente levando o Cabeça de Teia citando Jim Cameron (lembrando que o diretor estava cotado pra realizar o longa do herói).

O Surfista Prateado é “O Chorão Cósmico”, confesso que na época após ler esta parte concordei com a abordagem dada ao herói, pois apesar de nobre e altruísta. O Surfista reclamava demais da condição na qual estava ( se não me engano preso pela barreira de Galactus).

O herói vaga reclamando de depressão e pede ao Dr. Estranho que lhe arranje um psiquiatra. Ele lamenta por não ter o amor de Shalla Bal, lamenta por viver assim e lamenta por Galactus não aparecer. Quando o vilão aparece (em toda cena) ficam discutindo sobre dieta.

A parte engraçada é a comparação do Surfista com um OSCAR (sinceramente lembra mesmo).

Em “Hulk, que Homem, que Músculos!” senar Gago Sério procura no deserto pelo Hulk Verde, mas encontra sua versão cinza anabolizada, inteligente e com rabo de cavalo. A sátira gira em torno dos músculos exagerados do herói (que ficavam realmente cada vez maiores).

Em, “O Hibernante que Dormir Tarde!”, temos o Capitão América sendo descongelado pelos Vingadores. A equipe era composta por Viúva Negra, Mercúrio, Hércules e Gigante. A zona começa quando Steve é novamente descongelado e reclama pelo que fizeram com ele.

Na verdade o Sentinela da Liberdade não quer viver num mundo repleto de políticos corruptos, falsos evangélicos via satélite e ricos que enriquecem cada vez mais. Quando Senar Gago Sério chega para leva-lo estão todos congelados (pra fugir das agruras deste mundo).

Ao longo da edição vemos citações ao Mágico de Oz e alguma repetições feitas de propósito como “preso num mundo que não criou.. o que nos leva a perguntar. Quem está preso num mundo que criou?”

É uma brincadeira com a realidade a qual vivemos num tipo de metáfora e de fundo existencial. O conhecimento de Mark Evanier que explora de forma detalhada várias situações sobre os heróis. Aliado ao estilo detalhista e cômico de Sergio Aragonés ajudam no tom das situações que vemos nas histórias.

Sergio Aragonés Massacra a Marvel é uma leitura leve, divertida e inteligente.

HQ: Sergio Aragonés Massacra a Marvel

Editora : Abril Jovem

Ano: 1998

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em HQ.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s