HQ

de volta a era de prata

Flash & Lanterna Verde: De Volta a Era de Prata

A Era de Prata surgiu com a intenção de modernizar os heróis da década de 1940 (Sociedade da Justiça). A grande diferença está em usarem elementos da ficção científica algo muito influente naquela época.

Quem pensa que o primeiro a surgir foi Barry Allen está imensamente enganado. Pode até parecer estranho mais várias pessoas comentam errado tal afirmação.

Na verdade o precursor desta era foi Ajax, o Caçador de Marte que surgiu em 1955 (enquanto o Flash 2 começou a correr somente em 1956).

O destemido Hal Jordan  estabeleceu uma ligação espacial a sua origem em 1959, pois anteriormente Allan Scott usava apenas a magia para manifestar seus poderes.

A renovação destes heróis desencadeou no surgimento da Liga da Justiça a equipe mais adorada pelos fãs de quadrinhos (quero assistir um filme com roteiro consistente).

Eu já havia lido dezenas de vezes que Hal e Barry eram grandes amigos, mas nunca havia visto nenhuma edição que mostrasse algo deste tipo. Se na vida heroica Flash e Lanterna Verde agiam como uma dupla formidável na vida pessoal as coisas não eram tão fáceis assim.

A HQ parte da premissa que ambos queriam descobrir se continuariam a se dar tão bem quanto no combate ao crime. Sendo justamente esta intimidade da vida dos heróis que me chamou mais atenção.

Enquanto Barry apesar de usar a alcunha de “Homem mais rápido do Mundo” no cotidiano queria tentar ser alguém normal. Marcando viajar de avião pra encontrar Hal (algo realmente sem necessidade) e não conseguindo nem sair de seu escritório, pois estava cheio de trabalho pra terminar.

Estranho era notar que Allen sempre se atrasa pra chegar aos seus compromissos e sinceramente não dá pra compreender (devido aos seus poderes dizerem justamente o contrário).

Barry já estava tendo um relacionamento com Íris e em contrapartida Hal é muito mulherengo desfilando com algumas namoradas durante a narrativa.

Mais a história não mostra apenas boas situações, pois há um vilão que se aproveita das sombras das pessoas para poder influencia-las a virarem psicopatas assassinos. Para depois libertar de sua manipulação e mata-las (seria assustador se a abordagem dada não mostrasse a situação de forma mais branda).

De volta a Era de Prata serve como uma homenagem não apenas para Barry e Hal, mas também para seus predecessores (Joel Ciclone e Alan Scott) as verdadeiras lendas dos quadrinhos.

Eles viajam para um mundo distante a fim de estenderem a amizade criada nos encontros entre a Liga  e a Sociedade (tudo não passava de uma encenação de Alan para testar Hal como LV).

É quando vi outro aspecto da personalidade de Hal que mais gostei, pois apesar de trocar empregos com frequência. Essa capacidade de recomeçar sempre do zero me chamou a atenção sendo algo extremamente difícil de fazer.

A HQ abre até espaço para mostrar várias passagens da vida de Hal quando virou vendedor de brinquedos. E na fase dos anos 70 em que  Neal Adams e Dennis O’Neal trabalharam com o personagem.

O enfoque era tirar Hal do espaço e fazê-lo perambular pelos Estados Unidos ao lado de Oliver Queen na tentativa de se redescobrirem. Este momento ficou marcado também por mostrar  Ricardito parceiro-mirim do Arqueiro Verde como usuário de drogas (e por iniciar a Era de Bronze).  Um clássico que é apenas sugestivamente mencionado na ação.

Nesta história Barry e Oliver batem de frente, mas o vilão é um prefeito que estava “limpando” a cidade dos marginais. Sua intenção era criar um estado fascista empregando super tiras para coibir a ação dos meliantes e até dos heróis.

Podemos ver no gibi Íris Allen, Safira Estrela, Kid Flash, Sinestro, Canário Negro entre outros personagens importantes da mitologia de ambos. Ao final temos Tom Kalmaku narrando as aventuras, pois era de suas memórias que vimos os acontecimentos (uma despedida singela na morte de Barry e Hal).

O que me fez viajar em De Volta a Era de Prata foi esta homenagem a cronologia de ambos os heróis. Esmiuçando fatos nos quais aprendemos a entender porque se tornaram tão importantes no mundo dos gibis.

HQ: Flash & Lanterna Verde: De Volta á Era de Prata

Arte: Barry Kitson e Tom Grindberg

Arte-final: Barry Kitson

Roteiro: Mark Waid e Tom Peyer

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em HQ.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s