Arquivo da tag: Dan Moroboshi

Heróis Nipônicos

ultraseven

Ultraseven

Criado por Eiji Tsuburaya chama-se Urutorasebun, foi exibido pela TBS e produzido pela Tsuburaya Productions, em 1967.

Ultraseven é uma sequência direta de Ultraman e se tornou uma das séries mais icônicas e populares do Japão.

Só pra constar, Ultraseven é incorretamente grafado como “Ultra Seven” fora do Japão (ambas as formas estão corretas sem problema algum). Como curiosidade o herói é chamado de Seven entre seus irmãos.

No Brasil, Ultraseven foi exibido inicialmente pela Rede Tupi nos anos 70, depois na metade daquela década no Clube do Capitão Aza. No início dos anos 80, na Rede Bandeirantes (junto com Robô Gigante), na Rede Record junto com Túnel do Tempo. E por último também na Record foi exibido de manhã.

Na trama, Ultraseven havia sido enviado pra mapear a Via Láctea, mas ao visitar a Terra gosta de nosso planeta. Durante sua primeira visita salva Jiro Satsuma, um alpinista que quase caiu pra morrer quando salvava seu amigo também alpinista.

A grande diferença é que não se fundiu numa simbiose como havia feito seu predecessor.

Porque, Seven transforma-se numa cópia do rapaz, no entanto muda seu nome pra Dan Moroboshi (Koji Moritsugu).

Para se transformar, Dan usa o Ultra Olho (Ultra Eye), um visor pra se transformar (como sua série era diferenciada, não havia sensor peitoral). O gigante de 40 metros tinha alguns golpes especiais, pois disparava raios de seus braços e também pelo diamante em sua em sua testa.

Porém seu ataque mais poderoso era o Eye Sluguer, uma  lâmina mortal que ficava no topo de seu capacete (era lançado tipo um bumerangue que depois retornava pra suas mãos).

Além destes ataques o herói também pode cruzar dimensões e reduzir-se a tamanhos microscópicos.

A parte interessante é que Moroboshi traz três cápsulas contendo os monstros: Aguira, Mikras e Windam convocando-os assim quando presica em alguma missão.

Dan é um integrante do Esquadrão Ultra, uma equipe de combatentes que utiliza veículos e armamentos na defesa do planeta Terra.

O  grupo é formado pelo: Comandante Kaoru Kiriyama (Shōji Nakayama) é o capitão e líder deles, Shigeru Furuhashi (Sandayū Dokumamush) lembrando que no seriado do Ultraman ele trabalhou como o Patrulheiro Daisuke Arashi.

Amagi (Bin “Satoshi” Furu) que foi ator dublê de Ultraman, Anne Yuri (Yuriko Hishimi) é a operadora de comunicação e enfermeira (tornou-se interesse amoroso de Dan).

E por último temos Soga (Shinsuke Achiha) atirador de elite e amigo de Moroboshi.

A base do Esquadrão Ultra é subterrânea, eles ainda contam com 300 homens e diversos veículos especiais, com destaque para os caças Gavião Ultra 1 (divisível nos módulos Alpha, Beta e Super Gama), Gavião Ultra 2 e 3.

Não poderia esquecer do Carro Patrulha, um Chrysler Imperial, modelo 1957 modificado com design futurista.

Ultraseven foi uma série dramática em comparação a Ultraman, mas suas histórias   bem elaboradas cairam no gosto popular.

Só pra constar, houveram alguns episódios que tiveram sua exibição vetada na telinha japonesa. “Presente Nocivo” que mostrava aliens distribuindo relógios que sugavam o sangue das crianças.

Tiraram da cronologia, porque era algo que lembrava as explosões das bombas atômicas citadas no texto anterior que haviam occorrido há 20 anos atrás (no período que a série foi mostrada originalmente). Mais no Brasil e nos EUA o episódio foi exibido sem maiores problemas.

Outro episódio banido mostrava aliens com aprência derretida, fato que lembrava as vítimas das bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki.  Algo que chocou o diretor da TBS, emissora que veiculava a série e o episódio foi cortado da cronologia.

Durante os anos 90, colecionadores exibiram a aventura original numa convenção japonesa.

A popularidade de Seven é tão grande que fez várias participações nas séries do gigante posteriores.

Em, O Regresso de Ultraman foi no episódio “Quando Brilha a Estrela de Ultra”, um dos meus preferidos. Depois em Ultraman Taro (1973) e Ultraman Leo como Capitão Dan Moroboshi (líder do esquadrão M.A.C.).

Em 1994, Ultraseven retorna em dois especiais feitos pra telinha. Foram Operação Energia Solar e O planeta do alienígena.

Como curiosidade, Koji Moritsugu dublava a voz do herói mesmo quando Ultraseven não assumia sua forma humana.

No último episódio da série clássica, Ultraseven estava ficando fraco devido a inúmeras batalhas. Ele recebeu ordem pra retornar a M-78 antes que sua energia se exaurisse, mas além de revelar seu segredo pra Anne, Dan decidiu ficar pra lutar contra uma invasão alienígena.

É através dela que o restante do Esquadrão Ultra descobre a verdade sobre Dan e o herói mesmo sem forças luta bravamente contra outro monstro. A equipe decide ajuda-lo tornando o final emocionante e inesquecível.

Ultraseven apresentou 49 episódios com 24 minutos de duração e terminou em 1968.

Durante a minha pesquisa encontrei Ultraseven 21, um membro da Guarnição Espacial e do Departamento de Segurança Espacial. Quando estava sendo designado pra proteger nosso planeta surgiu uma emergência que o impediu de partir.

Então em seu lugar foi mandado Ultraman Neos (Urutoraman Neosu) e seu hospedeiro humano é o jovem Genki Kaguya. Neos e Seven 21 são parceiros e agem em dupla enfrentando diversas ameaças.

Ultraman Neos não teve uma série regular, pois seu conceito havia sido modificado pra uma série direta pra vídeo (num total de 12 episódios). Além disso, apesar do design parecido com direito a participação de Zoffy, a série é ambientada num universo alternativo.

Ultraman 21 também aparece no especial Mega Monster Battle: Ultra Galaxy Legends The Movie, no qual vários heróis gigantes lutam contra Ultraman Belial que conquistou o planeta deles.

Aparentemente Ultraseven morre, mas seu filho Ultraman Zero surge salvando o planeta M-78 e seus irmãos guerreiros.

Há diversas outras participações de Seven seja em seriados ou filmes especiais, porém não vou comentar (o texto ficaria muito grande).

E pra realmente fechar, no ano passado foi lançada a série Ultraseven X (Urutorasebun Ekkusu) servindo como remake da série clásssica de 1967.

O nome de seu hospedeiro humano é Jin (Eriku Yoza) que sofreu um acidente e morreu quando estava fugindo na companhia de Elea (Saki Kagami). Ultraseven uni-se ao rapaz que não se lembra de sua vida anterior ( e nem de seu verdadeiro nome).

Fonte de Pesquisa: Wikipédia e InfanTV.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Heróis Nipônicos

Heróis Nipônicos

o regresso de ultraman - hideki goh

Ultraman Jack

Mais conhecido por nós como O Regresso de Ultraman, foi o segundo seriado da extensa franquia do herói intergaláctico (com roupa de mergulho).

Dizem as lendas que Ultraman Jack deveria mostrar o retorno de Hayata e do primeiro Ultraman, mas infelizmente o criador da série Eiji Tsuburaya faleceu e então os produtores decidiram criar um novo herói.

Kaetê-Kitá Urutoramen durou de 2 de abril de 1971 a 31 de março de 1972, num total de 51 episódios.  Todos os “defeitos especiais” que haviam na série anterior continuaram sendo feitos nesta.

Então temos naves e carros do GAM em miniaturas (onde até o fio aparecia de vez em quando), maquetes de cidades feitas de papelão e diversas lutas que eram um caso a parte. Porque ou eram feitas em piscinas que davam a impressão de ser o “mar” ou lugares que pareciam vales.

O cenário nos induziam a acreditar na realidade dos acontecimentos (igual a Jornada nas Estrelas série clássica) conduzindo nossa imaginação pela aventura.

É claro que o orçamento não era grandioso, mas o esforço e a dedicação para criar tantas situações é o que chama realmente nossa atenção.

Na história tinha alguns monstros que estavam há muito tempo adormecidos e que de repente  despertaram, porém o GAM (Grupo de Ataque aos Monstros) tentava conter a destruição causada por eles.

O MAT (Master Attack Team, no original) é a uma equipe militar com base submarina e enfrentava com grande destemor todas as ameaçar que surgiam. O GAM era formado por Capitão Kato (que depois foi substituído pelo Capitão Ibuki), Kishida, Ueno, Minami e a bela Yukiko.

Desta vez temos o meu preferido Hideki Goh (Jiro Dan), um ex-piloto de corridas que ao salvar uma  criança e um cão fica mortalmente ferido e Ultraman Jack presenciando seu ato de bravura dá sua vida para ele (unindo sua alma a de Goh).

Foi justamente esta simbiose que ficou marcante pra mim, pois Goh teve que ralar muito para ter seu corpo apto para as lutas contra os monstros. E anteriormente era diferente, pois Hayata era um hospedeiro humano. Enquanto Dan Moroboshi (era Ultra Seven que se disfarçava de ser humano).

Hayata-and-Moroboshi

Outro fato marcante é que Goh usava apenas sua força de vontade para se transformar (enquanto os anteriores usavam a Cápsula Beta e o Ultra Olho).

Goh foi recrutado pro GAM e com sua namorada Akiko (Rumi Sakakibara) tentava levar uma vida normal (ajudando os irmãos dela Sakata e o menino Jiro).

Nesta série temos mais cenas de ação, acontecimentos do cotidiano dos personagens e um forte apelo dramático, pois nosso herói foi direto pro fundo do poço quando os Poderosos do Espaço descobriram sua identidade secreta e mataram Akiko e Sakata (seu irmão mais velho).

Totalmente desnorteado, tomado pelo ódio e desespero Goh parte para enfrentar os monstros, mas sofre um ataque muito bem planejado (enfrentando dois monstros: Negrume e Knuckle).

É quando temos o episódio duplo “Ultraman Morre ao Entardecer” e sua continuação “Quando Brilha a Estrela de Ultra”, pois é neste episódio que acontece a primeira interação entre os heróis das franquias anteriores.

Nele aparece tanto Ultraseven (Dan Moroboshi) que anteriormente já havia dado de presente para Jack o Ultra Bracelete. E também o primeiro Ultraman (Hayata) salvando Jack  da morte certa e ajudando a impedir a invasão do inimigo (é um dos episódios mais comentados da web).

O mais triste de todos é o último no qual Jack precisa enfrentar um novo Zetton (monstro que já havia derrotado o primeiro Ultraman) e temos a base do GAM sendo destruída.

Numa cena com uma canção muito melancólica Goh se despede  de Jiro e enquanto transforma-se em Ultraman Jack se despede voltando a M-78 para ajudar seus companheiros. Na praia ouvimos Jiro falar sobre os 5 mandamentos de Ultra. Quando revi a cena me deu até uma emoção muito forte (opa, “juro” que não chorei mesmo!).

Sim, caros amigos O Regresso de Ultraman é uma série inesquecível para quem teve o prazer de assisti-la e faz parte de uma época muito importante da minha vida (quando estava conhecendo meus melhores amigos Júlio, Alex e Dênis).

São recordações que valem a pena ficarem eternamente guardadas na lembrança.

O Regresso de Ultraman foi a última série Ultra que vimos por aqui e só alguns anos depois quase no final da década de 90 tivemos Ultraman Tiga (falta vergonha para algumas produtoras lançarem mais série tokusatsu para nós fãs podermos assistir.

Fonte de Pesquisa: Wikipédia e InfanTV.

2 Comentários

Arquivado em Heróis Nipônicos