Arquivo da tag: Idris Elba

Herói

z

Luke Cage

Este é um herói que eu gostaria de ver na telona interpretado pelo ator Idris Elba que trabalhou como Heimdall (em Thor: O Filme, de 2011).

É claro que ficaria bem difícil, pois Luke não tem o mesmo status que o Pantera Negra. Apesar de aparecer na série animada Ultimate Spider-Man, o Herói de Aluguel é mais conhecido entre os fãs de gibis.

Só que não podemos esquecer que a Marvel iniciou nos cinemas com Blade (Wesley Snipes), um personagem também do segundo escalão e então acho que a editora pode fazer o que quiser, pois daria certo atualmente.

Bom, deixando as suposições, Luke Cage (ou Power Man, no original), é um dos primeiros heróis da Casa de Ideias que conheci quando estava iniciando no mundo dos quadrinhos.

E tive a sorte de ler a história em que recebeu seus superpoderes. Condenado por um crime que não cometeu Mark Lucas cumpria sua pena em Seagate. E aceitou servir de cobaia para uma experiência que fortaleceria seu sistema imunológico. Mais quando aconteceu o experimento um guarda racista sabotou o teste.

Ele sobreviveu e ao invés de morrer se tornou imune a doenças, adquiriu invulnerabilidade e força sobre-humana. Com esses poderes fugiu do presídio e começou vida nova mudando seu nome para Luke Cage.

Sua decisão de vender seus dons para quem pagasse mais foi um marco nos quadrinhos. A primeira aparição do personagem foi no gibi “Luke Cage- Hero for Hire”, n° 1, de 1972 (criado por Archie Goodwin e John Romita).

Seu parceiro mais famoso é o Punho de Ferro (Daniel Rand) que também ganhou uma versão adolescente em Ultimate Spider-Man. A dupla aparece na série animada dos Vingadores, no episódio “O Roubo do Homem Formiga” e se não me engano há outro que não lembro agora.

Luke Cage casou-se com a detetive Jessica Jones e tem uma filha chamada Danielle em homenagem ao seu amigo. Recentemente o herói teve uma participação importante na saga Invasão Secreta e também fez parte do grupo Novos Vingadores.

Há boatos na rede sobre filmes da Marvel com baixo orçamento, sendo protagonizados com heróis menos conhecidos e “talvez” Luke Cage esteja nesta lista.

Confira na galeria abaixo algumas imagens do Luke Cage que encontrei na web

0 1.1 1 2.1 2 3.1 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 bruce-timm ultimate-spider-man ultimate-spider-man-power-man wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper 5 wallpaper-ultimate_spider-man

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Herói.

Meu Texto


Polêmicas

Desde a década de 1970 com o sucesso da Black Exploitation houve a ascenção dos personagens negros nos quadrinhos. Os primeiros personagens negros refletiam estereótipos e discriminação.“Nas publicações estavam sempre restritos a coadjuvantes ou a personagens cômicos”.

Em 1965, Stan Lee lançou um gibi de guerra, Sargento Fury e o Comando Selvagem, que tinha o personagem Gabe Jones- soldado e músico de jazz que se expressava em um inglês impecávele sua bravura em campo de batalha era sempre ressaltada.

Mas o grande personagem da época veio no ano seguinte, inspiradopelo surgimento do Partido Panteras Negras, onde os artistas Stan Lee e Jack Kirby (mesmo sem nunca terem confessado) introduziram na edição 52 do Quarteto Fantástico o primeiro super-herói negro da história dos comics: o Pantera Negra! O público gostou do que viu e o personagem fez mais algumas aparições no título.

Em 1968, no gibi Avengers 52, o Pantera Negra tornou-se membro dosVingadores (no DVD Os Supremos 2 a origem do personagem é contada). Em 1972 surgia a revista Luke Cage Herói de Aluguel (Luke Cage Hero for Hire), sendo o primeiro herói negro a estrear seu próprio título.

O primeiro super-herói negro da DC é Vykin, da revista Povo da Eternidade, com poderes magnéticos e grande inteligência, feito por Jack Kirby.

Em 1972 na edição Green Lantern 87 ,surgiu John Stewart sendo selecionado como um possível substituto para Hal Jordan, caso isso fosse necessário pelos Guardiões do Universo. E foi isso que acabou acontecendo.

Os anõezinhos azulados de Oa exilaram Jordan da Terra, ordenando que ele também patrulhasse outros mundos do setor 2814. Para compensar deram ao nosso planeta um novo Lanterna Verde.

O mais recente tititi quanto a personagem negro foi com o Perry White do novo longa para cinema do Superman, “O Homem de Aço”, no qual será interpretado por Laurence Fishburne que substituiu o Gil Grissom (William Petersen) em CSI Los Angeles.

Sinceramente apesar de não curtir estas doideiras, pois acho claramente que os personagens negros devam existir nas HQs, mas que sejam criados normalmente sem forçar a barra.Além de que esta mudança no status quo é apenas uma maneira de chamar a atenção.

Perry é um personagem clássico da mitologia do Super e não entendo esta mudança de uma hora pra outra do nada.

Foi o mesmo caso quanto ao filme do Thor quando houve o chiatório quanto ao personagem Heimdall, o guardião da Ponte do Arco Iris também ter virado negro, mas foi bem interpretado pelo ator Idris Elba. Li a reclamação dos fãs em fóruns na internet e entendo o porque. Mantenho meu pensamento intacto nesta condição.

O Peter Parker da linha Ultimate da Marvel morreu e em seu lugar há um novo Spiderman negro, seu nome é Miles Morales, causando rebuliço mundo afora.

Outra coisa bastante discutida ultimamente foi a liberdade sexual da Koriander (Novos Titãs), ex-mulher do Dick Grayson. O fato dela ser uma mulher que “transa” com quem ela quiser maltratou os corações de alguns leitores bobos, fãs de longa data da personagem.

Acho isso maior babaquice, pois concordo que ela tenha o direito de sair com quem bem entender. Pelo que pude ver Kori sempre foi retratada de maneira bastante sensual, posso dizer até ao extremo (se houver este tipo) e não me causou nenhuma estranheza a forma como ela é vista agora.

Recentemente o Batman e a Mulher-Gato protagonizaram cenas de sexo muito calientes que estão deixando os leitores americanos de cabelo em pé com este reboot da DC Comics. Bom, gostaria de ler pra depois comentar sobre isso, porém não tenho nada contra.

O Questão (Vic Sage) morreu durante a Maxi-Série 52 (depois de Crise Infinita) e a detetive Renne Montoya tornou-se a nova Questão, mas ela teve um caso recente com a Batwoman (Kate Kane) que ainda está mal resolvido.

A indústria das HQs tem que sobreviver neste mundo moderno de internet, TV a cabo e continuar sendo motivo de atenção para jovens leitores e antigos também. Esta inclusão seja de personagens negros, hispânicos ou homossexuais desde que venham junto a um bom roteiro pra mim é válido.

Fonte de pesquisa: Raça Brasil e Leandomdtripod.

Deixe um comentário

Arquivado em Meu Texto