Arquivo da tag: luta

Cosplay Girl

 

z5

Lara Croft

A arqueóloga chama atenção por sua beleza que evoluiu durante  os jogos. Não se engane apenas com seu belo rosto, pois ela é uma mulher determinada capaz de derrubar facilmente seu oponente numa luta.

Angelina Jolie é a única atriz que personificou nossa heroína, mas seus filmes mesmo contendo boas doses de ação deixaram a desejar com roteiros fraquíssimos.

Forte, corajosa e cabeça-dura  esta é Lara Croft, a heroína  mais famosa dos games.

Estes seus atributos servem de inspiração para várias modelos cosplayers que você pode conferir na galeria abaixo.

Aproveite também para rever a primeira galeria aqui.

lara-croft

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

59

13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46.1 46 47.1 47.2 47.3 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58  60 Karima_Adebibe 1 Karima_Adebibe 2 Karima_Adebibe 3 meagan marie steampunk

Deixe um comentário

Arquivado em cosplay girl

Heróis Nipônicos

sawamu

Sawamu, O Demolidor

O anime foi criado por Daiji Kazumine e Kentaro Nakajiro, sendo produzido pela Toei Company, indo ao ar no Japão em 2 de outubro de 1970.

Sawamu, O Demolidor (Kick no Oni, no original), foi inspirada na vida real do lutador profissional Tadashi Sawamura, um atleta muito popular na Terra do Sol Nascente nos anos 60. Dizem as lendas que sua fama era tão grande que fez uma ponta na série O Regresso de Ultraman como ator (onde aparece treinando Hideki Goh).

Na história Sawamu é um jovem lutador de karatê que tenta provar que sua arte marcial é a melhor do mundo. E acaba aceitando um desafio contra Soman, um campeão de Boxe Tailandês (ou Muhay Thay).

Durante a luta  Sawamu é leva uma tremenda surra sendo derrotado e após isso toma uma importante decisão. Dedicar-se de corpo e alma a treinar uma nova técnica de luta batizada de chute-boxe (unindo-a a seu conhecimento do karatê).

O anime narra determinação de Sawamu que para conseguir o que deseja deve enfrentar problemas como falta de verba para o treinamento, solidão, desavenças e diversos combatentes até conseguir chegar aonde almeja.

Ao isolar-se nas montanhas de Atsugataki acaba lembrando dos ensinamentos de seu avô como se estivesse conversando com ele (algo que acontece na maior parte da série). Ao retornar após algum tempo está  totalmente diferente mais maduro e consciente.

É quando começa sua ascenção sendo supervisionado pelo treinador Endo e também pelo empresário Nogushi que deposita no lutador a esperança do estilo se tornar popular. Fato que realmente acontece, pois Sawamu segue vencendo luta após luta tornando-se uma lenda nos ringues (popularizando seu incrível golpe “salto no vácuo com joelhada”).

Então nosso herói acabou vencendo seus maiores adversários entre eles:  o campeão Switton, Bokotton “O Homem de Ferro” e o temível Ponshai Sheriakan “ O Lagarto de Fogo” que era o maior lutar de da Tailândia até que luta que Sawamu teve contra ele acabaram empatando.

O anime é sobre a perseverança de Sawamu que teve que perder sua arrogância e aprender de maneira árdua um novo estilo por um longo caminho. Até

Inexplicavelmente houve uma mudança, pois no original lemos “sauamura” e por aqui ficou savamu. Outra mudança radical foi na abertura que ganhou uma porcaria de versão própria para nosso país muito abaixo da japonesa.

Sawamu, O Demolidor teve 26 episódios de 30 minutos cada e foi exibida pela TV Record e Gazeta por aqui em 1983.

Deixe um comentário

Arquivado em Heróis Nipônicos

HQ

loki

Loki – Edição Encadernada

É mais do que sabido que o Thor dos quadrinhos não é exatamente igual ao que há descrito na mitologia nórdica.

Mas Loki, o trapaceiro tem várias passagens e personalidade tal qual é dito na Edda Poética tornando o vilão mais interessante ainda.

Será que alguém seja homem ou deus poderá fugir do seu destino?

Esta HQ levanta essa questão até onde podemos seguir tudo que está escrito no livro do destino?

Vemos Loki conquistar o tão almejado trono de Asgard e todos estão subjugados diante do desprezado vilão. Mais o posto outrora sonhado não é visto da mesma maneira  que antes por ele.

E aí consiste uma das mais impressionantes partes desta obra escrita por Robert Rodi.

Loki tornou-se o maior soberano de Asgard, mas não está contente com isso. O foco do roteiro não se concentra só na eterna luta entre os irmãos, mas também  na jornada pessoal do deus da trapaça.

Eu li a edição toda de uma vez, porque não pude desgrudar os olhos dela. Temos uma  narrativa intimista aonde somos inseridos na mente distorcida do Loki e isso foi muito impactante.

Os sentimentos do vilão são demonstrados de maneira primorosa em toda a sua ambiguidade. Por mais incrível que possa parecer o Loki desta edição é o mesmo visto no filme dos Vingadores a essência não difere em nada.

É exatamente por isso que o longa é tão bom, pois podemos reconhecer os personagens das telas no mundo da nona arte.

Das inúmeras histórias que já lemos sobre a eterna luta entre Thor e Loki está é a melhor de todas que já pude ler. Estamos cansados de saber que Loki odeia e antagoniza com Thor, pois são como as trevas e a luz respectivamente.

Mais aqui temos o prazer de ver o ponto de vista de Loki Laufeyson,  até onde vai a sua insaciável sede de poder e principalmente seus conflitos internos.

As ilustrações de Esad Ribic nos brindam com um majestoso passeio pela linda Asgard, além de palácios, bosques e outros reinos incríveis.

No final temos as capas das 4 edições com o trabalho do artista citado acima e uma demonstração da versão original de quem é o verdadeiro Loki na mitologia nórdica de onde surgiu a inspiração para o personagem das HQs.

Nunca gostei do Loki, pois ele sempre será mesquinho, trapaceiro e invejoso, mas desta única vez  fiquei compadecido pela triste e inclemente sina pela qual o vilão está fadado a ter sobre si.

HQ: Loki

Editora: Marvel

Artista: Esad Ribic

Roteiro: Robert Rodi

Ano: 2012

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em HQ.