Arquivo da tag: manimal

Super Séries

manimal

Manimal

Foi uma série muito maneira e totalmente diferente, pois Jonathan Chase (Simon MacCorkindale) podia se transformar em qualquer animal que quisesse.

Logo na abertura o narrador já entregava o enredo da série: “Jonathan Chase, rico, jovem, bonito. Um homem com o mais brilhante dos futuros. Um homem com um passado misterioso. Das profundas pesquisas africanas aos picos altaneiros do Tibete e a herança de seu pai, do mais sombrio mistério do homem do animal, e o animal do homem. Ligado a uma jovem detetive da polícia e a um cabo do exército dos campos do Vietnã, um trio que enfrenta o crime que floresce na selva das cidades, e que estende seus tentáculos mortíferos pelo fascinante mas perigoso mundo além. O mundo de Manimal.”

A série veio na esteira do sucesso do clip Thriller de Michael Jackson, pois a tecnologia de efeitos especiais eram as mesmas.

As aventuras não eram lá essas coisas, mas o que realmente chamava atenção eram as transformações.

O rosto do ator foi moldado em gesso e produziram um grande número de máscara de animais, depois as cenas eram filmadas em Chroma Key, com o famoso fundo azul, sendo inseridas no computador (e mostrando a transformação passo a passo).

Na história o Professor Jonathan Case era um especialista em vida selvagem e lecionava ciências do comportamento animal, na Universidade de Nova York.

O professor aprendeu com seu pai as técnicas para poder se transformar em animais e ao longo da série vemos sua transformação neste animais: Falcão, Pantera-negra, Serpente, Periquito, Gato branco, Tubarão, Golfinho, Cavalo, Urso pardo e Vaca (eu adorava a transformação da pantera).

Chase usa seus incríveis poderes para ajudar a polícia de Nova York trabalhando como consultor do uso de animais em criminalística. E ainda tinha ajuda da detetive Brooke McKenzie (a linda Melody Anderson).

Pra quem não se lembra Melody Anderson interpretou Dale Arden, a namorada de Flash Gordon na clássica adaptação cinematográfica dos anos 1980.

Além da detetive tinha Tyrone C. Earl (Michael D. Roberts), um amigo que com quem havia servido no Vietnã (somente a detetive e seu amigo sabia do segredo do professor).

Por mais incrível que possa parecer Manimal teve apenas oito episódios, mas conseguiu marcar de forma inesquecível toda aquela geração que teve a alegria de assistir sua trama.

cat people

A transformação de Jonathan Case em pantera me lembrou outro filme clássico antigo. (alguém aí se recorda de A Marca da Pantera?).

Em 1982 dirigido por Paul Schrader temos a história de Irena Gallier, interpretada pela exuberante Nastassja Kinski. Uma jovem que fica horrorizada ao descobrir que pertence a uma tribo que na hora de fazer sexo se transforma numa pantera assassina.

E não acaba por aí ela estava apaixonada pelo diretor do zoológico Oliver Yates (John Heard), mas pra piorar sua situação ainda era virgem.

Enquanto esse turbilhão fervilhava na cabeça da moça seu irmão ficava lhe pentelhando dizendo que somente uma relação sexual com ele seria possível (fato que já havia acontecido com seus pais, pois também carregavam a mesma maldição).

Este filme mostrou em seu enredo de forma incrível uma relação incestuosa misturada a horror e fantasia. E ainda ganhou indicação no Globo de Ouro de melhor trilha sonora de Giorgio Moroder e canção de David Bowie.

Voltando, o seriado Manimal foi ao ar pela Rede NBC e teve curta duração iniciando em 30 de setembro de 1983 indo até 17 de dezembro de 1983.

Por aqui nós assistimos inicialmente pela Rede Globo e depois teve uma reprise na Rede Manchete nos anos 90.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Super Séries

Super Séries

automan

Seriados Curtos

A década de 80 foi uma época na qual tudo que era lançado na telinha fazia um relativo sucesso.

Obviamente havia uma raras exceções e desta vez ao invés de lembrar de somente um seriado vou fazer textos sobre quatro que tiveram curta duração.

Automan

Lançado pela Rede ABC americana, foi produzido por Glen A. Larson e exibido pela Rede Globo aqui no Brasil.

Só pra constar, Glen A. Larson (1937-2014) é reconhecido por ter lançado algumas das séries de maior sucesso da década de 80 tipo: A Super Máquina, Buck Rogers, Battlestar Galactica, Duro na Queda, Manimal, Magnum entre vários outros.

No seriado, Walter Nebicher (Desi Arnaz Jr.) era um policial de Los Angeles que foi designado a trabalhar em informática, pois era um gênio da computação. Seu maior desejo era estar nas ruas combatendo o crime e devido a sua frustração cria um programa de computador.

A parte interessante é que esse programa se materializa de verdade e passa a ser chamado de Automan. O herói tinha um traje formado por circuitos reluzentes sendo uma clara referência a Tron: Uma Odisséia Eletrônica, da Disney.

Automan era acompanhado por Cursor, uma esfera de luz flutuante que confesso lembrava os programas de Walter “Doc” Hartford, em Galaxy Rangers.

Enquanto Automan podia se comunicar com qualquer computador, Cursor tinha a capacidade de criar objetos sólidos desenhando feixes de luz. Tipo carros, outros veículos, helicópteros e até armamentos, mas ambos só se materializam de noite, por causa da grande quantidade de energia para mantê-los.

Automan tinha a capacidade de disparar raios pelas mãos, era invulnerável a balas e explosões. Além disso o herói e Wlater podiam se fundir, num processo que mantinha o pensamento de ambos.

Na luta contra o crime, Automan usava o codinome de  Otto J. Mann ou “Agente Man”.

Infelizmente o seriado teve curtíssima duração num única temporada com apenas 12 episódios (1983-1984).

Aqui no Brasil, Automan foi exibido primeiro pela Rede Record (1983), depois pela Rede Globo, nas tardes de domingo (1984) e por último pela Rede Manchete, nas noites de segunda-feira, em 1987.

moto-laser

Moto Laser

Esse foi outro seriado de curta duração com somente 13 episódios.

Lançada originalmente pela Rede ABC americana, Street Hawk foi ao ar entre janeiro e maio de 1985.

Na trama, temos o policial Jesse Mach (Rex Smith), numa missão enfrentando traficantes, mas perde seus melhor amigo sendo gravemente ferido no joelho (fazendo-o parar de pilotar motos).

Por causa disso foi transferido pro Setor de Relações Públicas da Polícia, na função de examinar pilhar de papéis. Mais, o engenheiro do Governo Norman Tuttle (Joe Regalbuto) o escolhe pra participar do projeto secreto Moto Laser.

Após uma cirurgia de reconstrução, Jesse consegue o direito de pilotar a moto ultrasecreta pra combater o crime.

O rapaz levava uma vida dupla, pois trabalhava como relações públicas durante o dia e de noite agia contra os malfeitores. Cada aventura mostrava um crime ou uma missão específica, pois não havia nenhum arco de história entre os episódios.

Além de poder alcançar uma velocidade incrível, a moto era equipada com diversos dispositivos de tecnologia avançada: canhão a laser, lançadores de foguete, sisstema de suspensão de ar comprimido. E também era monitorada através de um computador central vigiando seus movimentos.

Só pra constar, a moto usada no episódio piloto foi baseada na estrutura de XL500 da Honda, de 1983 (e foi projetada por Andrew Probert). Enquanto as motos dos episódios posteriores se basearam numa Honda XR500s também de 1983 (e redesenhadas por Ron Cobb).

As motos usadas para as cenas de ação foram baseadas na Honda CR250s. Durante as filmagens peças da moto soltavam dificultando o trabalho do dublê. Por causa disso haviam algumas motos para substituir a principal.

Uma loja de motos não muito longe do estúdio fornecia conserto ou substituição de peças.

Como curiosidade, o seriado teve participação especial de alguns atores que depois fizeram sucesso mundialmente. Christopher Lloyd, da trilogia De Volta Para o Futuro interpretou um vilão no episódio piloto, George Clooney, de Plantão Médico foi Kevin Stalker, melhor amigo de Jesse e Robert Beltran, de Jornada nas Estrelas: Voyager, também participa do episódio piloto.

Moto Laser fez tanto sucesso que a empresa Glasslite lançou um tipo de Autorama baseado no seriado.

trovão-azul

Trovão Azul

Blue Thunder foi apresentado num episódio piloto que contava a história do oficial Frank Murphy (Roy Scheider), um piloto de helicópteros veterano da Guerra do Vietnã que comandava essa aeronave avançada e bem equipada. O helicóptero foi desenvolvido pra reprimir possíveis atos terroristas durante os Jogos Olímpicos de Verão, em Los Angeles.

Mais o Coronel Cochrane, um ex-colega de batalha se tornou seu arqui-inimigo fazendo de tudo pra neutralizar o Blue Thunder e conquistar os EUA através de suas armas.

Já o seriado Trovão Azul foi lançado pela Rede ABC americana durando apenas de janeiro até abril de 1984.

Desta vez houve uma mudança nos personagens principais, pois Frank Murphy tornou-se Frank Chaney que foi interpretado pelo ator James Farentino (ele é o chefe da equipe Trovão Azul).

A equipe era formada por um grupo especial da polícia de Los Angeles e ainda tinha: Clinton “Jafo” Wonderlove, um gênio da informática, o capitão Ed Braddock e a dupla Richard “Ski” Butowski e Lyman “Bubba” Kelsey que faziam parte da unidade chamada Rolling Thunder, uma van que usava camuflagem no deserto e servia de apoio terrestre monitorando as operações da aeronave.

Só pra constar, Richard Lymangood morre no filme, mas na versão televisiva ele reaparece com o nome de Clinton Wonderlove.

Dizem as lendas que no mesmo que fez o seriado o ator Bubba Smith ficou famoso ao interpretar o policial Hightower da série de filmes Loucademia de Polícia.

A parte legal é que o Trovão Azul possuía câmeras, modo de voo camuflado, alta velocidade, equipamento de escuta, câmeras com zoom, scanners infravermelho entre outras coisas.

E como se apenas isso tudo não bastasse tinha armamentos que incluia um canhão comandado por sistema de mira e controle de fogo conetado ao capacete do piloto.

Por ter surgido ao mesmo tempo que Águia de Fogo e tratar de uma história bastante similar, Trovão Azul não alcançou tanto sucesso nas Terras do Tio Sam apresentando somente 11 episódios.

No entanto devido ao relativo sucesso que fez por aqui novamente a empresa Glasslite lançou um helicóptero de brinquedo baseado no seriado.

Dama_de_Ouro

Dama de Ouro

Lady Blue foi criado por David Gerber e lançada pela Rede ABC americana que apresentou apenas 13 episódios.

O que realmente despertava atenção do público eram as chamadas pro seriado: “Ela não dá moleza pra bandido, a policial Katy Mahoney está de volta…”

“Ela é Katy Mahoney, uma policial jogando duro contra o crime”

Dizem as lendas que surgiu inspirada no personagem Dirty Harry interpretado por Clint Eastwood.

A história é verdadeira, porque nos Estados Unidos alguns apelidaram a Katy como “Skirty Harry” (algo como Dirty Harry de saias).

A atriz confessou que se juntou ao projeto depois de ser atraída pelo gênero. Tanto que se preparou para o papel assistindo aos filmes de Eastwood (e aprendeu a manejar uma arma em um campo de tiro).

Na trama, acompanhamos Kate Mahoney (Jamie Rose), uma policial durona de Chicago que usava uma Magnum 357 e precisava lidar com os problemas relacionados ao crime (enfrentando tudo de maneira crua e brutal).

Na chefatura Kate recebia ordens do seu chefe, o Tenente Terry McNichols, interpretado pelo ator Danny Aiello. Geralmente ela tinha problemas devido ao seu comportamento pouco ortodoxo pra tratar os bandidos.

No seriado ainda tinha: o sargento Gino Gianeli (Ron Dean) e sua esposa Rose (Diane Dorsey), Capitão Flynn (Ralph Foody), agente Cassidy (Bruce A. Young), Harvey (Ricardo Gutierrez), informante de Mahoney entre outros.

Infelizmente, Dama de Ouro foi cancelada após sua primeira temporada por causa de seus telespectadores americanos criticando-a devido a suas altas doses de violência.

No Brasil a série teve uma ótima repercussão tornado-se muito popular na década de 80. Sendo que foi parodiada no seriado Armação Ilimitada tendo a atriz Debora Bloch que fez Kate Machone , durante o episódio “Dama de Couro”.

Por último, também inspirou “A Justiceira“, uma minisséire interpretada pela atriz Malu Mader.

Fonte de Pesquisa: TVSinopse, Wikipédia, Projeto Autobahn e Infantv.

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Super Séries