Arquivo da tag: rede manchete

Heróis Nipônicos

O Pirata do Espaço - Groizer X

Pirata do Espaço

Este anime clássico foi produzido em 1976 pela Dynamic Animation e pelo estúdio Knack Animation no renomado estilo mecha robô. Seu nome original é Groizer X e foi criado por Go Nagai e Gosaku Sakurada.

Mais só chegou por aqui em 1983 sendo exibido no programa Clube da Criança na extinta Rede Manchete.

Oriundo do distante planeta Gailar tinha a nave de pesquisa Gelmos  numa grande expedição pelo espaço. Diante de problemas técnicos teve que fazer um pouso de emergência. A tripulação teve muita dificuldade para voltar e teve que hibernar esperando resgate.

Então devido a testes nucleares realizados por seres humanos a nave ficou impossibilitada a retornar pra Gailar. Então o Imperador Geldon mandou levantar uma base no Pólo-Norte  com a intenção de conquistar nosso planeta.

Tendo a ajuda do cientista Chefe Gólin e também do General Dagar que por medo cumpria todas as suas ordens (só que secretamente desejava derrubar o Imperador pra tomar seu lugar).

O Imperador ainda contava com o cruel Marechal Dógus que tinha partes mecânicas em metade do seu rosto e um braço.

Mantendo a intenção de conquistar nosso planeta o Imperador Geldon matou o antigo comandante da nave e se apoderou dela tomando seu lugar. Prendendo o cientista Professor Yan que era um brilhante construtor de naves.

O  Professor Yan foi obrigado a construir uma nave de combate superior á qualquer outra para o Imperador Geldon.  O Pirata do Espaço é único, porque seu motor não podia ser copiado (somente o Professor conhecia seu projeto).

O Pirata do Espaço podia voar para fora da atmosfera terrestre e até permanecer submerso durante bastante tempo. A parte mais empolgante é que podia transformar-se em robô com as asas se recolhendo (para surgir braços em seu lugar).

A nave tinha uma grande variedade de armamentos como mísseis, raios e um enorme Torpedo-Voador.  E ainda tinha três pequenas naves de combate o Tubarão-Pirata, o Tanque Pirata e o Jato Pirata.

O Professor foge ao concluir a nave levando consigo sua filha Rita, mas é atingido por um tiro e manda a moça fugir sozinha.

Rita estava ferida á bordo do Pirata e a nave vindo em direção ao nosso planeta cai perto da Base Akane. Logo á moça é salva pela turma do  Professor Tobishima e seu protegido o intrépido piloto Joe Kasaka.

Quando Rita começa a se recuperar conta a história de tudo que aconteceu só que o Imperador quer o Pirata de volta pra poder conquistar nosso planeta e envia vários robôs-bombas para concretizar tal intento.

Joe vira piloto da nave ao lado de Rita para defenderem a Terra. Isto é o Japão, pois como estamos cansados de saber tudo quanto é monstro ou vilão desce na Terra do Sol Nascente para tentar conquistar o mundo, não sei porque?

Eu adorava quando o Professor Tobishima dizia: “Joe! Rita! Preparar o Pirata do Espaço” e então a rampa subia de baixo d’água com uma música de fundo para a nave decolar.

Lembro que Joe era bastante arrogante, mas devido a convivência com Rita mudou seu comportamento e então ambos se apaixonaram. E também Rita sofria constantemente, porque tinha que lutar contra pessoas que conhecia do Império Gailar.

Apesar de todos os problemas que enfrentaram Joe e Rita acabaram se apaixonando. E o  pior de tudo é que não puderam vivenciar este romance, pois não ficaram juntos no final (esta foi a única coisa que mais detestei).

A parte engraçada no anime era a presença do resto da equipe Akane que tinha o piloto Bacu (que adorava seu avião Dragão Vermelho), o pequeno e falador Sabu e ainda os mecânicos Ipen e Jem.

O detalhe era que Jem vivia como pescador, mas se virava muito bem na cozinha (só que seu maior sonho era tornar-se piloto e ninguém leva isto a sério).

Infelizmente quando trouxeram o anime pra cá fizeram uma besteira terrível ao mudar a abertura original. Colocando uma marchinha em seu lugar igualzinho como tinha acontecido com Don Drácula.

Quem teve o privilégio de assistir ao Pirata do Espaço nunca mais conseguiu esquecer.

Deixe um comentário

Arquivado em Heróis Nipônicos

Desenho Antigo

amazingchanchanclan

As Aventuras de Charlie Chan

Esse pra mim é uma dos melhores desenhos da Hanna-Barbera.

Seu nome original é The Amazing Chan and the Chan Clan, a parte interessante é que seu surgimento foi inspirado no detetive chines Charlie Chan.

Dizem as lendas que seu surgimento também foi inspirado tanto em Scooby-Doo, quanto na Turma do Archie.

Na série animada acompanhamos as viagens da família ao redor do mundo. Charlie Chan é o patriarca deles um detetive famoso que sempre é convidado pra resolver algum caso misterioso.

A grande curiosidade é que Chan tem 10 filhos entre adolesccentes, pré-adolescentes e crianças que são: Henry Chan, o mais velho e líder da turma, Stanley Chan, segundo mais velho, mestre dos disfarces e mais engraçado deles, Suzie Chan, a mais velha das meninas, Alan Chan, engenheiro e mais inteligente, Anne Chan parece moleca, Tom Chan faz o tipo intelectual, Flip Chan, líder dos pequenos, Scooter Chan, mais novo e braço direito do Flip, Nancy Chan é a comilona e Mimi Chan típica menininha.

Como não poderia deixar de ser havia uma animal de estimação Chuchu, cão da família.

Qunado Charlie saia pra investigar a turma dava sempre um jeito de “ajudar” seu pai, mas na verdade o que realmente causavam era muita confusão.

Lembro que a van deles se transformava em diversos veículos diferentes usando um painel com números (tipo caminhão, bombeiro, trator entre outros).

O desenho seguia a mesma fórmula do Scooby-Doo com perseguição, aventura, investigação, correria e música, pois a garotada tinha uma banda. Só pra constar as vozes dos cantores eram da mesma banda do desenho A Turma do Archie.

Durante as piadas feitas por Stanley podíamos ouvir o artifício do som de risadas pra nos entreter.

No final de todas as aventuras Charlie surgia pra desvendar o mistério solucionando o caso.

O sucesso do desenho rendeu uma revista em quadrinhos que não durou muito, pois foram 4 edições lançadas pela Gold Key, no entanto não sei se tiveram traduções por português.

Foi produzida somente uma única temporada de As Aventuras de Charlie Chan, cada desenho tinha 30 minutos de duração, tendo 16 episódios e terminando no mesmo ano no qual começou (1972).

O desenho já foi transmitido aqui pela Rede Globo, Rede Manchete, Rede Record, Band e Boomerang.

Fonte de Pesquisa: InfanTV.

Deixe um comentário

Arquivado em Desenho Antigo

Imagens

ninja-jiraya

Jiraya, o Incrível Ninja

O nome original é Sekai Ninja Sen Jiraiya que na tradução fica Guerra Mundial Ninja – Jiraiya.  Jiraya é um tokusatsu que pertence ao subgênero Metal Hero, ao qual também consta Jiban, Jaspion entre vários outros.

Produzido pela Toey Company foi veiculado pela TV Asahi, em 1988. Aqui em nossa terrinha Jiraya foi visto pela saudosa Rede Manchete, em 1989.

Na trama os Yamashi (no original é Yamaji) é uma família de ninjas descendentes dos Togakure, um antigo clãs ninja cuja missão é proteger uma importante tabuleta. É a metade de um mapa que guarda a localização de Pako, um lendário tesouro (enviado a Terra por alienígenas).

A  outra metade está em posse de Dokusai, líder da Família de Feiticeiros. Nosso herói Toha (Takumi Tsutsui) foi adotado pela família Yamaji, Tetsuzan o criou como filho treinado nas artes do ninjutsu sendo escolhido pra usar a armadura de Jiraya.

Lembro que eu adorava o bordão: “Sucessor de Togakure, Jiraya!” e também havia outros como “Espada Olímpica” e “Armadura Olímpica” que foram inventados pela tradução brasileira.

Tetsuzan Yamaji (Masaaki Hatsumi) é o representante da 34ª geração da família dos Togakure. Além de mentor do herói o criou desde que seus pais morreram. Só por curiosidade na vida real o ator é um ninja de verdade e também trabalhou na carreira de médico.

Kei Yamaji (Megumi Sekiguti) é a irmã adotiva do herói tinha uma vida normal, porém depois transforma-se na ninja Himenin Emiha (auxiliando-o em diversas missões).

O mais novo do clã é o moleque Manabu Yamaji (Takumi Hashimoto) que vive sempre aprontando, mas demonstra ser bastante corajoso.

Nosso herói também tinha alguns aliados como: Kinin Reiha, Yanin Spiker, Henry Rakuchin e Dr. Smith.

A parte interessante é que alguns inimigos passaram a auxiliar Toha como: Barão Owl, Kazenin Storm, Kaminin Oruha, Homem Míssil, Igyōnin Beni Lagarto e Wild Raining (entre outros mais).

Durante os episódios, Toha enfrenta diversos ninjas enviados por Dokussai e do Império dos Ninjas composto pelos melhores lutadores do mundo.

A família do vilão Dokusai é composta por: Chounin Benikiba, sua filha e Hoshinin Retsuga, seu filho adotivo. Ainda temos Hoshinin Dell-Star, Unidade de Ninjas Especiais, feiticeira Morgana entre outros.

Dizem as lendas que Jiraya não fez muito sucesso em seu país de origem, mas aqui foi uma febre entre a molecada.

Tanto que virou gibi lançado pela Editora Abril e teve dois discos com versões originais e adaptadas.

Jiraya o Incrível Ninja teve no total 50 episódios e terminando em 1989.

Relembre nesta galeria alguns heróis do tokusatsu  que animaram a vida de algumas gerações e ficaram eternamente guardadas na nossa memória.

Veja nas imagens abaixo outros heróis nipônicos: Changeman, Ultraman Jack, Spectreman, Lion Man entre vários outros heróis inesquecíveis

Black_BioRider_RobôRider_RX black-jaguar buba-changeman changeman change-robo cybercops daileon dominantes dr-gori-caras flashman goggle_five jaspion jiban jiraya joe-tiger kamen_rider_1_2 kamen_rider_black kamen-rider kamen-rider-1971 lion-man macGaren machine man maskman metalder national-kid Neroz-metalder Patrine PrincessShiima robô gigante satan-goss shaider-and-annie sharivan 0 sharivan solbrain spectreman 0 spectreman 1 super-human- samurai-gridman Ultraman ultraman-jack ultraman-tiga ultra-seven vingadores do espaço vr-troopers wallpaper-changeman wallpaper-flash-king wallpaper-goggle five wallpaper-jaspion-and-daileon wallpaper-jiraya wallpaper-lion-man wallpaper-spectreman 1 wallpaper-spectreman 2 wallpaper-Ultraman wallpaper-UltraSeven winspector

Deixe um comentário

Arquivado em Imagens.

Heróis Nipônicos

changeman

Esquadrão Relâmpago Changeman

A série super sentai foi produzida pela Toey Company sendo originalmente exibida na TV Asahi entre 2 de fevereiro de 1985 e 22 de fevereiro de 1986.

Por aqui o inesquecível tokusatsu, Dengeki Sentai Changeman, foi ao ar pela primeira vez na extinta Rede Manchete, em 1988.

Na história cinco integrantes do Exército dos Defensores da Terra estavam sendo treinados pelo Sargento Ibuki todos os dias. Só que de repente foram atacados pelos Soldados Hidler (que eram guerreiros espaciais inimigos).

Então os cinco são banhados pela Força Terrestre e adquirem cada um os poderes de um animal lendário: Tsurugi Irio (Change Dragon), Sho Hayate (Change Griphon), Yuma Ozora (Change Pégaso), Mai Tsubassa (Change Phoenix) e Sayaka Negisa (Change Mermaid).

Deste momento em diante surgiu o Esquadrão Relâmpago Changeman que passaram a atuar como uma equipe liderados pelo Sargento Ibuki (e também eram auxiliados por profissionais que criaram suas armas e robôs).

A parte legal é  cada um possuía uma personalidade e funcionavam como equipe. Eu ficava fissurado no momento  que eles usavam o relógio em seus pulsos e gritavam: “vamos change!” para que pudessem se transformar em Changeman.

O inimigo dos heróis era o Império Gôzma alienígenas conquistadores que adoravam dominar planetas. Seu líder era o Senhor Bazoo que tinha a sua disposição vários comandados.

Entre os quais estavam o implacável Comandante Giluke, o terrível Pirata Espacial Buba, Shima (que tinha voz de homem), a invejosa Rainha Ahames, Gaata, o estranhíssimo Gyodai e os idiotas dos Soldados Hidler.

Diante de tantos inimigos a equipe dispunha de diversos veículos no combate contra o mal. Começando pela Change Cruiser, um utilitário 4×4 e as motocicletas (caracterizadas com o símbolo deles).

Ainda tinha a nave Base Shuttle que transportava os veículos: a moto Jet Change 1 (pilotada pelo Dragon), o helicóptero Heli Change 2 (pilotado por Mermaid e Griphon) e o tanque Land Change 3 (pilotado por Phoenix e Pégaso).

Como se tudo isso ainda não bastasse essa máquinas se uniam formando o Change-Robô que podia disparar raios dos olhos e mísseis (que eram disparados de sua barriga).

Além disso também possuía no seu arsenal um escudo e a Espada Relâmpago que tinha dois ataques mortíferos (Giro Atômico e Reflexo Relâmpago).

Lembro que eu ficava muito puto da vida quando os heróis explodiam o monstro espacial com a Change Bazuca e Gyodai surgia fazendo-o ficar maior. É óbvio que logo vinha o Change-Robô pra salvando mais uma vez o dia.

Esquadrão Relâmpago Changeman foi marcante, porque seus efeitos especiais e coreografias de lutam impressionavam demais, haviam cenários incríveis, músicas impactantes, personagens carismáticos e bem desenvolvidos, momentos engraçados e outros tristes.

Fato inegável é que Changeman foi uma febre tremenda entre a molecada e foi graças ao seu sucesso que tivemos vários seriados japoneses sendo mostrados na telinha daquela época. Foram produzidos 55 episódios de 30 minutos de duração cada.

Depois que finalizou em 1994 pela Manchete foi reprisado na Rede Record e na TV Gazeta.

Como curiosidade todos os episódios foram lançados em VHS pela Everest Vídeo.

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Heróis Nipônicos