Arquivo da tag: superamigos

Crítica

ac-775-elite

Superman x The Elite

O Homem do Amanhã é um personagem antigo, pois  como tal teve que ser reformulado diversas vezes para continuar interessante.  Uma característica básica de sua imagem está na clara definição de “Verdade, Justiça e Modo de Vida Americano”.

  Infelizmente durante os anos 1990 amargou uma péssima fase,  por que logo após sua morte que vendeu muito e foi até noticiada na TV. Tivemos o período em que virou um ser elétrico dividido entre azul e vermelho que aliás considero um dos piores de toda trajetória do herói.

O declínio em suas vendas foi devido ao mercado editorial recheado de anti-heróis que culminou na queda de sua popularidade, pois o público ficou cansado do jeito escoteiro do azulão.

HQ 

E então surgiu em Action Comics 775, de 2001, “Olho por Olho”, com roteiro de Joe Kelly e arte de Doug Mahnke e Lee Bermejo.

No Brasil podemos vê-la na em DC 70 anos 1 – As Maiores Histórias do Superman. Como o título já diz reúne algumas das melhores histórias do kriptoniano.

A Elite é um grupo de supostos “heróis” liderados por Manchester Black. Seu estilo impiedoso de “atirar primeiro e perguntar depois” acabou conquistando o público e Superman teve que ensiná-los seu modo de resolver problemas.

E mesmo Superman tendo um currículo respeitável o grande público ficou ao lado da Elite e seu modo de fazer justiça. Claro que o herói ficou arrasado com tudo isso.

Num dos momentos mais impactantes o Homem de Aço resolve descer ao nível de seus antagonistas e brutalmente extermina  toda equipe (pelo menos é o que parece ser).

Esta HQ serviu como crítica a títulos de superequipes politicamente incorretas da época e agiu como resposta, por que reflete realmente a importância de Kal-El para a atualidade.

Pra mim é uma das melhores histórias do Homem de Aço de todos os tempos. E vale a pena ler a HQ para notar as diferenças postas na animação.

supermanvstheelitebannercine31

 Animação 

Logo na abertura temos uma homenagem pros desenhos antigos do kriptoniano: Irmãos Fleischer, Filmation,  Ruby Spears e Superamigos. Como já disse antes o  Azulão  é um personagem antigo e acho que esta ligação é feita particularmente com esta abertura.

O herói  fica novamente em cheque quanto ao seu modo de agir e o que a sociedade pensa. Há uma analogia quanto esta correria do mundo moderno onde as pessoas desejam respostas rápidas para se sentirem melhor.

Vendo desta forma todos os conceitos da HQ foram bem abordados. Quero frisar que até a conversa que Clark têm com Jonathan na fazenda foi transposta para a animação.  Deram uma nova proposta  explorando  ainda mais o que foi visto nos quadrinhos.

Mantiveram a linha na qual Superman sempre serviu de exemplo para todos e esta sua posição é posta em cheque por Manchester Black e sua equipe. No entanto é examinando seu caráter e sua alma profundamente que vemos como o Super resolve seus problemas.

Não sei se a animação peca por ter um estilo cartunesco visto a densidade da trama, mas mesmo assim ainda é um dos melhores filmes animados da DC Comics com bons diálogos e ótimas cenas de ação.

Superman x Elite é uma história do Homem de Aço clássico para torna-lo convincente pra era moderna usando vilões que podem desafiá-lo e até vencê-lo numa luta.

Mas o Homem do Amanhã mantém sua integridade e crenças num mundo que não o valoriza, pois acredita do fundo de sua alma que a essência da humanidade é ser boa. E que as pessoas tem um potencial enorme para melhorar o mundo desde que você acredite nisso, pois basta abrir os olhos e enxergar da maneira como ele vê.

Como curiosidade será que alguém mais notou que as câmeras que Manchester Black usa são parecidas com naves de Star Wars? Pra quem não viu reparem novamente nas cenas que surgem durante a animação.

 

4 Comentários

Arquivado em Crítica

Artista

Bruce Timm

Assim que comecei a surfar na internet conheci vários trabalhos dos mais variados artistas. Então ficava vendo a arte de um tal BT que eu não sabia quem era, mas adorei logo de primeira.

Seu alto nível de caracterização dos heróis e claro suas extasiantes pin-ups com uma bela dose de sensualidade. Só depois de um longo tempo fui descobrir por acaso que BT era Bruce Timm. Da extensa lista de artistas que conheço ele é um dos meus favoritos.

Bruce Timm é o grande responsável pela revolução nas animações da DC Comics e seu incrível sucesso é devido á sua maneira de respeitar a personalidade dos personagens.

Meu primeiro contato com BT foi com Batman: The Animated series (1992), a ambientação do herói era de 1940, mas o clima sombrio dos anos 80 foi visto com maestria.

E devido ao sucesso de crítica e público logo depois tivemos Superman: The Animated Series (1996) revitalizando a ótima versão de Fleischer para aquela época.

Batman do Futuro foi uma inovação no conceito do mito do Morcego. Trazendo uma versão mais velha e ranzinza de Bruce e depois Liga da Justiça aonde assumiu a posição de criador e produtor.

Liga da Justiça é uma série animada sem precedentes com  vários personagens alguns retirados do fundo do baú, bem explorados e caracterizados.

Contando com episódios memoráveis sendo totalmente direcionado para um público mais adulto. Aliás sou fã de carteirinha assinada desta animação.

Seu estilo cartunesco foi algo bastante diferente da série animada anterior por exemplo: Superamigos, de Alex Toth aonde o tom era bastante surreal, mas que não deixa de agradar alguns saudosistas de plantão (tipo eu, é lógico!).

Bruce Timm criou um padrão de qualidade que seria adotado em todas as animações da Warner/ DC.

Confira na galeria de imagens abaixo sua arte incrível

2 Comentários

Arquivado em Artista