Arquivo da tag: Universo Marvel

HQ

1602

1602

É uma mini-série em 4 edições escrita por Neil Gaiman e contando com arte magnífica de Andy Kubert pra se ter uma noção só as capas já são sensacionais de tão bem trabalhadas.

A história acontece no universo Marvel só que na Terra 311 (lembrando que o universo tradicional da editora é a Terra 616).

Imagine tudo que nós conhecemos da Casa de Ideias acontecendo há 400 anos no passado, pois aqui vemos praticamente todos os heróis e alguns coadjuvantes mais importantes da editora participando desta aventura.

Bom, no século 17 a rainha da Inglaterra Elizabeth I (1553-1603) tinha no cavaleiro Sir Nicholas Fury um dos seus súditos mais leais (e também espião chefe do serviço de espionagem).

Ao seu lado estava o jovem Peter Parquagh, assistente de Fury. O rapaz ganhou o cargo já que seus pais queriam lhe dar um futuro melhor.

E eu não poderia esquecer de outro importante aliado o Doutor Stephen Strange, um mago poderoso que trabalhava na corte como médico real.

Sir Nicholas e Stephen Strange se uniram por ordem da rainha para descobrir o que estava causando os estranhos fenômenos climáticos (que estavam deixando a todos preocupados).

Na verdade o emblemático Capitão América viajou no tempo indo parar justamente no inicio da colonização da América. E sendo uma anomalia temporal desencadeia uma série de eventos que só deveriam acontecer séculos depois.

É interessante notar as divergências religiosas entre protestantes e católicos era um fato comum naquela  época, mas é justamente o contexto histórico misturado a aventura de super-heróis que torna essa HQ inesquecível.

O Grande Inquisidor Enrico (Magneto) e seus fieis seguidores Wanda e Petros torturavam e queimavam pessoas acusadas de serem sangue-bruxos (ou mutantes como nós conhecemos melhor).

Em contrapartida todos que eram perseguidos pela Inquisição encontravam guarida com Carlos Javier na Escola para os Filhos da Sociedade, na Inglaterra.

A história de amor entre Scotius  Sumerisle e John Grey ficou bonita mais um tanto confusa, porque apesar de não saber que  John era uma moça (ele se apaixonou por ela assim mesmo).

O Conde Otto Von Doom, o Formoso estava atrás do tesouro dos Templários, que na verdade era Mjolnir, o martelo de Thor. Só que Donal, um peregrino já idoso carregava a arma disfarçada de cajado.

Lembro que após se transformar em Thor ficava exausto e muito confuso, pois eram reveladas algumas verdades do mundo além de sua compreensão para sua mente cansada.

Outro fato importante é que a arte de Andy Kubert consegue nos mostrar os sentimentos e apreensões dos personagens na medida exata. De forma intimista parece que estamos participando ativamente da narrativa a cada página que nós lemos.

De todos os personagens um dos quais eu mais gostei foi a versão do Demolidor que ficou cego quando entrou numa caverna provando uma substância verde.

Como sabemos perdeu a visão, porém seus sentidos foram ampliados. O fato é que vive como um menestrel irlândes que trabalha “as vezes” como agente pra Nicholas Fury. Sua canção preferida é “A Balada do Fantástico”, música que conta como foi que o Quarteto Fantástico ganhou seus superpoderes.

E justamente a parte mais triste ficou com o Quarteto Fantástico, pois estavam trancafiados numa caverna sob jugo do Conde Otto Von Doom.

1602 tem um roteiro primoroso, porque Neil Gaiman se preocupou em transportar diversas referências que caracterizam nossos heróis (é bom prestar atenção nos detalhes).

E principalmente consegue condensar religião, traições, ciência e história transformando tudo num gibi de aventura memorável que vale a pena ser lido.

Pra terminar só como curiosidade a jovem Virginia Dare é uma personagem história real que tem uma mítica sobre sua vida, pois foi a primeira criança filha de pais ingleses nascida nos Estados Unidos.

HQ: 1602

Arte: Andy Kubert

Roteiro: Neil Gaiman

Arte-Final em Pintura Digital: Richard Isanove

Ano: 2004

Editora: Panini Comics/Marvel Comics

Deixe um comentário

Arquivado em HQ.

HQ

marvel-apresenta 12

O Fim do Universo

A história saiu em Marvel Apresenta edições 12 e 13 e nela temos roteiro e desenhos do consagrado artista Jim Starlin.

O vilão Thanos é quem narra a aventura e logo somos transferidos pro Egito Antigo, pois naquela época havia o reinado do faraó Akhenaton. Sua presença na Terra foi retirada dos livros de história, propositalmente, por seu sucessor (esta foi uma forma que o autor encontrou para inserir o faraó que nunca existiu de verdade).

Akhenaton foi abduzido há séculos atrás pela Ordem Celestial e seu retorno será catastrófico. Os primeiros a perceberem que algo estranho já estava acontecendo foram Jean Grey e o Professor, mas a presença de Adam Warlock. Unido a da pequena e poderosa Atleza indicam que o perigo é na escala do nível cósmico.

Thor durante este período era o regente de Asgard, e assim possuía o poder de seu pai, a força Odin (foi ameaçado e sentiu-se impotente diante daquilo).

O roteiro se preocupa em nos guiar pro lado fantástico do assunto, pois a presença de Thor (da mitologia nódica) e Zeus da mitoligia grega.

E também Eternidade, Infinito, Lorde Caos e Lorde Ordem as personificações que representam o tempo e o espaço do Universo Marvel que estão perplexas sem saber o que fazer.

É impressionante o momento quando Zeus e Thor convocam um reunião entre as divindades da mitologia mundial. Temos Vishnu, Hórus e outros que nunca tinha lido nada sobre eles (provando que a ameaça deixou a todos preocupados).

Até o Surfista Prateado ficou atônito ao encontrar o Gladiador, que luta pelo Império Shiar, que estava bastante ferido e sua frota fora destroçada facilmente.

Enquanto o Visão alerta Reed é na mansão Xavier que o problema começa, pois tanto Jean quanto Charles tentam contato psíquico com a força invasora. A conclusão é a destruição total da mansão numa explosão monumental.

Akhenaton abduziu os líderes do mundo e notificou-os sobre seu plano real (a total submissão da humanidade ao seu poder).

Jim Starlin mostrou os heróis se reunindo em páginas duplas. Tanto os X-Men, quanto Vingadores (como na abdução dos líderes mundiais). Podemos notar que as expressões de todos sem exceção é de preocupação sobre o que estaria por vir.

Somente o Dr. Destino procurava obter alguma vantagem da iminente catástrofe. O faraó parecia ter um poder de nível incompreensível, porque era capaz de exterminar as maiores doenças que assolam o homem (o câncer e a aids).

A situação só piora quando Akhenaton surge de repente no QG dos Vingadores e mata todos junto com o Quarteto Fantástico.  Enquanto isso o Dr. Destino tenta de maneira furtiva conhecer o passado do faraó para descobrir umeio de roubar o poder que possui.

E Thanos convocou o Capitão Marvel, Genis-Vell (filho do herói original) junto com os Defensores, uma das formações de heróis mais inusitada da Casa de Ideias. Formando a última ofensiva em defesa não apenas da Terra, mas também do universo.

O roteiro tenta ser explícito quanto ao fato que o poder de Akhenaton supera qualquer um dos seres mais poderosos que conhecemos.

A intenção do artista não é apenas mostrar aquele embate entre o bem eo mal, pois vai muito além. Ilustrando a teoria de que tudo no universo está conectado seja a humanidade, um peixe no mar, um leão na floresta ou uma partícula no espaço infinito.

Notamos isso diante da onipotência de Thanos que conseguiu o poder que tanto almejava e que demonstrou a compreensão de “toda” a realidade que está ao nosso redor.

É neste momento que a HQ ganha contornos de poesia e física quântica (algo que Stephen Hawkins deve compreender melhor). O poder absoluto que Thanos absorveu foi logo combatido com a união de todos os heróis, panteão de deuses e seres cósmicos do Universo Marvel.

A conclusão como diz o título é o fim do universo da editora absorvido pela onipotência e fúria insana do vilão. E depois de destruir a tudo e a todos que temos o melhor momento da narrativa.

A conversa franca com Adam Warlock (que vive fora desta realidade) é tão impactante que ambos parecem ser reflexos distorcido um do outro.

A única coisa chata é que a arte de Jim Starlin “tentou” imitar a de George Pérez com vários personagens numa cena só. E a tentativa foi em vão, porque ficou parecendo forçada demais.

O roteiro apesar de ter balanceado mudando de direção, não conseguiu definir se era uma aventura de super-heróis ou se ia imprimir o conceito filosófico que pretendia mostrar. Outro erro foi dizer que não haveria mais mortes no universo da editora e quando acontecesse seriam definitivas, mas mesmo assim vale a pena dar uma conferida.

HQ: Marvel Apresenta: O Fim do Universo Marvel

Roteiro/desenhos: Jim Starlin

Arte-Final: Al Milgron

Editora: Panini Comics

Ano: 2004

Deixe um comentário

Arquivado em HQ.

HQ

OS-MAIORES-CLÁSSICOS-DO-PODEROSO-THOR-VOL5

Os  Maiores Clássicos do Poderosos Thor: Volume 5

Esta é uma boa chance de conferir de onde veio a inspiração pro filme do Loirão.

Contamos com a arte e roteiro de Walter Simonson que ajudou a consolidar na época a melhor versão pro herói. E há também a arte de Sal Buscema nomes consagrados no Universo Marvel.

Então contemplamos a história que ocorre pouco tempo após a Saga de Surtur “Sombras do Passado” e temos um Loki diferente no visual que nos acostumamos a ver atualmente, pois em vez dos enormes chifres no elmo possui algo parecido com asas.

Neste período Thor estava enfraquecido por uma maldição de Hela, a deusa do Inferno que é filha de Loki (ambos não valem nada mesmo). E aproveita-se deste infortúnio para forçar a morte de seu meio-irmão enviando por meio de magia vários vilões para dar cabo de seu maligno intento.

Desfilando pelo belo reino de Asgard, ou em Midgard mais precisamente em Nova York com histórias sobre heroísmo traição amor e guerra sendo demonstrados num ótimo trabalho gráfico.

Aqui vemos alguns vilões conhecidos como Encantor, o Homem Absorvente ou outros que nem me lembrava mais como Destruidor, Titânia e Grendell.

Aliás tanto a bela Encantor, quanto o Homem Absorvente e o Destruidor aparecem na série animada dos Vingadores infelizmente cancelaram este bom entretenimento.

O ponto alto desta trama foi a ferrenha batalha contra seu maior arqui-inimigo Jormungand, a serpente da Terra. Segundo a mitologia nórdica Thor e a serpente lutarão durante o Ragnarok, o Crepúsculo dos Deuses. Thor vence a batalha matando a serpente, mas  ao final  tomba sem vida devido ao veneno que escorrerá dela.

Bom, nesta HQ algo similar acontece e também temos várias histórias paralelas aonde Bob Drake, vulgo Homem de Gelo ( membro do X-Factor neste período) é capturado por Loki num maquinário para produzir um frio mais intenso que o normal.

Ou ainda uma estranha doença que varre o reino de Asgard deixando a todos os deuses fracos e indefesos transformados em pedra. E aí todos os amigos asgardianos conhecidos do herói aparecem como: Lady Sif, Hemdall, Balder, Volstagg e Hogun. Desta vez Kurse  um inimigo vira um aliado valoroso e silencioso.

São tantos momentos gloriosos que me perco só de lembrar  esta edição é uma daquelas que  valem a pena só pelo prazer de ler e viajar junto ao Deus do Trovão é imperdível.

O encadernado reúne os as edições de número 375 a 382 da revista Migthy Thor contendo ao todo 212 paginas de pura ação em cenas memoráveis.

HQ: Os Maiores Clássicos do Poderoso Thor – volume 5

Editora: Marvel-Panini

Mês/Ano: Janeiro de 2012.

Artistas: Walter Simonson e Sal Buscema

Deixe um comentário

Arquivado em HQ.

Cosplay Girl

z

Emma Frost

Nascida numa família muito rica, Emma descobriu desde cedo o seu dom mutante de ler mentes. Ela surgiu como a Rainha Branca do Clube do Inferno, em Nova York.

Emma Frost é uma das vilãs mais poderosas do Universo Marvel.

Confira nesta galeria abaixo algumas modelos cosplayers que nos brindam homenageando nossa musa Emma Frost

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 18 20 21 22 23 24 25 26 27 28.1 SONY DSC SONY DSC SONY DSC 32 33 34 35 36 37 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 Alissa Kiss 0 Alissa Kiss 1 Alissa Kiss 2 Alissa Kiss 3 Alissa Kiss 4 Alissa Kiss 5 Alissa Kiss 6

anime angel cosplay 0 anime angel cosplay 1 anime angel cosplay 2 anime angel cosplay 3

Jean and Emma 1 Jean and Emma 2 licornezsu 0 licornezsu 1 licornezsu 2 licornezsu 3 licornezsu 4 licornezsu 5 licornezsu 6 nadya sonika 0 nadya sonika 1.1 nadya sonika 1 nadya sonika 2 nadya sonika 3 nadya sonika 4

Deixe um comentário

Arquivado em cosplay girl

Cosplay Girl

z

Marvel Girls

Fiquei pesquisando pela web e sinceramente encontrei poucas modelos que me interessaram vestidas de Tempestade. E o que eu poderia fazer então?

O Universo Marvel é muito extenso quanto a heroínas e decidi fazer um cosplay variado.

Confira nesta excelente galeria  Mary Jane, Encantor, Dominó, Gata Negra, JubileuSilver Sable entre outras.

1 2 3 4 5 6 7 9 black-cat-1 black-cat-2 cristal cristal2 cristal3 cristal4 cristal5 cristal6 cristal7 dominc3b3 dominc3b31 encantor encantor2 jubileu katy-mor1 katy-mor2 katy-mor3 katy-mor4 kitty-pride1 kitty-pride2 kitty-pride3 kitty-pride4 lorna madame-hidra madame-hidra2 magia mary-jane mary-jane2 mary-jane-and-batgirl mary-jane-and-gwen-stacy pixie rosanna-rocha rosanna-rocha2 silver_sable_ silver_sable2 valkiria x-23-1 x-23-3 x-23-4

Deixe um comentário

Arquivado em cosplay girl