Arquivo da categoria: Musas de Tinta

Musas de Tinta

z

Teela

É uma das personagens mais importantes da mitologia do herói de Etérnia.

Só por curiosidade dizem as lendas que Teela foi baseada na Princesa Aura, de Flash Gordon.

Teela é capitã da guarda real do palácio e além de guarda-costas do Princípe Adam (é a responsável por treiná-lo em combate).

Um detalhe muito importante é que a capitã não sabe que seu protegido transforma-se no herói.

A parte engraçada é que ela sempre repreende Adam taxando-o de preguiçoso e irresponsável. Mais demonstra ter uma queda enorme pelo He-Man (só que ambos são a mesma pessoa).

Na série original a Feiticeira é a verdadeira mãe da heroína e pra mim Mentor parecia ser seu pai. No entanto a Feiticeira guarda a sete chaves o nome dele.

Teela é uma guerreira excepcional, mas seu temperamentpo forte é algo que realmente chama atenção.

Possivelmente a heroína assumirá o lugar de sua mãe como defensora dos segredos do Castelo de Grayskull. Algo que já foi demonstrado num episódio (o qual sinceramente não lembro do nome).

Na adaptação dos anos 80, Teela foi interpretada pela atriz Chelsea Field. Seu uniforme inteiriço cinza e preto ficou bem diferente da versão que conhecemos da Filmation.

Já no desenho As Novas Aventuras de He-Man sua aparência ficou estranha. Ao invés de adaptarem-na ruiva como estamos acostumados fizeram uma guerreira loira (fato que nunca entendi).

Por último temos a série animada de 2002 que pra mim foi a melhor versão da Teela (fora a original que ficou inesquecível).

Deram uma repaginada em seu visual tornando-a mais jovem e bastante atlética.

Apresentaram todos os aspectos da versão clássica tipo Capitã da Guarda do Palácio, filha da Feiticeira, criada pelo Mentor (que teve seu nome original mantido Man-at-Arms), implicando com Adam e gostando do He-Man.

Se no desenho dos anos 80 eu desconfiava que o Mentor era o pai da guerreira nessa versão isso ficava muito mais nítido.

Eu gostei muito dessa versão, porque conseguiram dar uma dimensão maior pra personalidade dela. Além de inteligente, é uma exímia lutadora e algumas vezes age de maneira agressiva.

Acaba descobrindo seu parentesco com Sorceress quando recebeu uma transfusão de sangue (conseguindo o dom da telepatia). Se não me falha a memória depois sua mente é apagada.

z-Evil-lyn

Maligna – Evil-Lyn

Uma das principais inimigas da heroína Teela. Só pra constar, a vilã também é conhecida como Feiticeira da Noite.

Maligna é a segunda em comando e braço direito do Esqueleto na Montanha da Serpente.

Sem sombra de dúvidas entre os diversos aliados do vilão Maligna é a mais competente deles. A seu favor é a única mulher entre os rivais do herói e geralmente nas batalhas lidera a todos.

Mesmo sendo fiel ao seu comandante a bruxa secretamente deseja tomar seu poder pra então liderar absoluta. Em alguns episódios temos a vilã realizando alguma tramóia deste tipo.

Maligna usa um cetro mágico que lança raios violeta, possui o dom do teleporte e pode soltar raios de suas mãos. Não é uma boa combatente e dizem as lendas que seu uniforme é parecido com da Teela, só que mais escuro.

Sua origem nos gibis ficou bem interessante, pois Evelyn Powers foi uma cientista na Terra.

Ela estava abordo da mesma nave espacial que levou a Rainha Marlena pra Etérnia.

Evelyn tinha crises de ciúme por que não havia sido escolhida pra pilotar a aeronave.

Quando o ônibus espacial caiu no planeta enquanto Marlena tornou-se protegida e depois esposa do Rei Randor. Evelyn foi parar em Infinita conhecendo Esqueleto conseguindo poderes mágicos na intenção de se vingar da Rainha Marlena.

Essa versão citada acima nunca foi mostrada na série animada. Seu nome Evil-Lyn é um trocadilho com seu nome verdadeiro.

No filme de 1987 a atriz Meg Foster foi quem interpetou a vilã. Também demonstra ser segunda em comando e há uma insinuação de relacionamento amoroso entre ela e Esqueleto.

Na versão de 2002, Evil-Lyn retorna praticamente como sua versão original.

Confira na galeria abaixo uma homenagem tanto pra Teela, quanto pra Maligna e também pra outras musas dos desenhos animados que gostamos.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Musas de Tinta

Musas de Tinta

z

Misty Knight

A heroína foi criada pelo desenhista Arvell Jones e pelo roteirista Thony Isabella e surgiu no gibi Marvel Premiere # 20, de 1975.

Misty Night não é uma personagem top de linha da Marvel, mas chamou minha atenção por causa de sua personalidade forte. Inicialmente sua criação foi para explorar o sucesso do kung fu e dos filmes de blaxploitation da década de 1970.

Tanto Misty Knight quanto sua amiga Collen Wing atuavam  como coadjuvante nas histórias do Punho de Ferro. E migraram pra revista Heróis de Aluguel ao lado de Luke  Cage e Punho de Ferro.

A história conta que a heroína era uma policial que estava trabalhando na rua em Nova York. Quando uma explosão feriu seu braço de maneira gravíssima (diante disso ela se viu obrigada a deixar sua função).

Tendo de ser remanejada para ficar no escritório não conseguiu ficar sentada numa mesa. Foi então que ganhou de seu amigo Tony Stark um braço biônico que lhe deu força além do normal (iniciando sua vida de combate ao crime).

Collen Wing é uma excelente artista marcial japonesa e também melhor amiga de Misty. Filha do professor Lee Wing e de uma japonesa de nome desconhecido.

Após a morte de sua mãe foi manda pro Japão sendo treinada Kanji Ozawa, seu avô e tornado uma lutadora soberba. Quando Collen retornou pra Nova York foi pega de surpresa numa troca de tiros entre bandidos e policiais.

Foi salva graça a intervenção de Misty e deste momento em diante tornaram-se grandes amigas. Pelo que sei, Collen é namorada do Punho de Ferro e também teve um relacionamento com Ciclope (no período no qual Jean estava morta).

Depois de muitos anos a Marvel resolveu tira-las do limbo e trouxeram as personagens de volta.

Primeiro durante a saga Guerra Civil  uma nova equipe de Heróis de Aluguel foi composta para caçar e capturar os heróis que se recusavam a assinar o tal Ato de Registro. Misty Knight e Collen Wing utilizaram suas habilidades e também aproveitaram suas conexões com o sub-mundo para conseguir o que desejavam.

A equipe era formada por: Misty Knight, Gata Negra, Shang Shi, Mestre do Kung Fu, o traidor Paladino, Collen Wing e Tarântula.

A HQ Heróis de Aluguel voltou a ser publicada em 2006, depois da conclusão da Guerra Civil e também da minissérie As Filhas do Dragão.

Na trama depois que quatro supervilões se unem para roubar a cobertura de um editor muito rico. E recebem mais dinheiro do que esperavam, então vários assassinos e vilões decidem ir atrás da grana, mas Misty Knight e Collen Wing decidem investigar  o caso.

As Filhas do Dragão é uma história na qual temos muita ação, comédia e um pouco de sensualidade tudo feito na medida certa (escrita por Justin Gray e Jimmy Palmiotti e com arte de Khari Evans ).

Só pra lembrar que a equipe Heróis de Aluguel foi criada por Luke Cage e teve várias versões ao longo dos anos usada pela Marvel. Uma das mais recentes tinha: Punho de Ferro, Luke Cage, Hulk, Hércules, Tigre Branco, Cavaleiro Negro entre outros integrantes.

Recentemente Misty Knight está tendo um romance com Punho de Ferro, mas não sabemos até quando isto irá durar.

Confira na galeria abaixo algumas imagens da Misty Knight que garimpei na web

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 colleen-wing collen wing Daughters_of_the_Dragon_by_artofjared daughters_of_the_dragon_by_pgandara heroes_for_hire_color_by_gianmac heroes-for-hire-kidnotorius luke_cage_and_misty_knight_by_des_taylor marvel_dangerous_divas_cards_5_by_spiderguile misty_knight___shaken_and_stirred_by_billwalko misty_knight_by_cattle6 Misty_Knight_by_duskflare misty_knight_by_elias_chatzoudis misty_knight_by_jaehthebird misty_knight_by_kanish misty_knight_by_marcelomueller misty_knight_by_riq misty_knight_by_tsbranch Misty_Knight_Colors_by_TPollockJR misty_knight_prestige_series_commission_by_thuddleston misty_knight_turnaround_by_artofjared retro_heroes__misty_knight_by_avidcartoonfans sean-izaakse sketch_book___060612_by_samuraiblack stephane-roux tony_stark_hey_ladies_by_n8twing wallpaper 2

Deixe um comentário

Arquivado em Musas de Tinta

Musas de Tinta

z

Miss Marte

M’gann M’ozz foi criada pelo roteirista Geoff Johns e pelo artista Tony Daniel. Sua primeira aparição foi em Teen Titans n° 38.

No gibi a heroína surgiu logo após o período da saga Crise Infinita. Ao chegar na Terra se tornou integrante dos Titãs que estavam recrutando novos membros. Só que houve diferenças com outros heróis da equipe, principalmente Rose Wilson.

Ela saiu do grupo indo morar no deserto da Austrália, porque lembrava demais seu lar em Marte. Algum tempo depois houve uma busca por Ravena e também por um traidor e os Titãs reencontraram Miss Marte convidando-a para voltar pra equipe (ela recusou).

A heroína descobriu que a traidora era Granada indo contar pros seus amigos, porém a vilã acusa Miss Marte de traição (então os Titãs descobrem que Megan é uma marciana branca).

E mesmo tendo muita desconfiança de alguns membros sobre sua verdadeira origem a heroína volta a atuar na equipe.

Miss Marte possui os mesmos poderes que seu “tio” Ajax tipo: ficar invisível, super força, ler mentes, pode voar, intangibilidade, telecinese, emitir poderosas rajadas dos olhos e também alterar sua forma pro que desejar.

 Megan Morse adotou seu nome de um antigo seriado televisivo: “Alô Megan” do qual copiou a fisionomia da atriz principal e também todas as suas características marcantes.

Pelo que pude notar Miss Martian é uma marciana branca raça que é a principal inimiga dos seres humanos.

No desenho Justiça Jovem o tema básico é demonstrar os heróis adolescentes da DC enfrentando diversos desafios para provarem seu valor para seus tutores e conquistar espaço na Liga da Justiça.

Tanto a trama como o design ficou totalmente diferente da série animada da Liga da Justiça que mostrava ser mais estilizada e Os Jovens Titãs que foi baseada em anime (e que de uma maneira muito estranha não mostrava os heróis adultos da DC).

A equipe de Justiça Jovem é formada por Robin, Aqualad, Kid Flash, Superboy e Miss Marte (depois temos a inclusão de Artemis).

Robin é o herói mais novo do grupo e só por ser ajudante do Homem Morcego queria ser líder da equipe, mas ficou bem melhor a  liderança do Aqualad (e sinceramente já estava ficando de saco cheio de ver o Menino-Prodígio sempre neste cargo).

As missões são passadas pelo Batman, mas o Tornado Vermelho também participa como tutor deles assim como era na HQ.  A parte interessante deste desenho é notarmos que trata-se da jornada dos adolescentes para se tornarem heróis pelo seu próprio caminho.

Outro fato que chamou minha atenção foi que além dos superpoderes. Vemos adolescentes normais passando por todos os problemas típicos desta fase da vida como: primeiro romance, ansiedade entre outras coisas que já não me recordo mais (lembrem-se que já passei por esta fase há muito tempo atrás).

Em Justiça Jovem Miss Marte curte um namoro com Superboy que no princípio mostrava ter uma personalidade muito arredia, mas a simpatia dela acabou conquistando o coração do rapaz

Ela tem medo que descubram sua verdadeira origem horrível de marciana branca( e sendo assim que todos se afastem com medo dela ).

Infelizmente não pude acompanhar a maioria dos episódios de Justiça Jovem que foram veiculados pelo SBT, pois como sempre a  emissora não respeita seus telespectadores (retirando de repente a série animada da programação).

Veja na galeria abaixo algumas imagens de Miss Marte que garimpei na web

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 16 17 18 19 megan 21 22 23 24 25 26 27 28

31

29 30 Martian_Martian_by_MK01 miss_martian_by_autumn_sacura miss_martian_by_blenderpower miss_martian_by_cartoongirls miss_martian_by_davidjcutler miss_martian_by_doctorpretorius Miss_Martian_by_LeoCez miss_martian_by_leppardra miss_martian_by_msciuto miss_martian_by_the_other_mike Miss_Martian_colors_by_Fuentes_by_ToddNauck miss_martian_on_beach_by_hiniha Missmartian Miss-Martian-by-Chou-Roninx wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3

wallpaper 4

wallpaper-young-justice

Deixe um comentário

Arquivado em Musas de Tinta

Musas de Tinta

z

Lara Croft

A musa mais famosa dos jogos de todos os tempos (virou referência de cultura pop). É uma arqueóloga aventureira de Tomb Raider e surgiu sem formas femininas muito sensuais em 1996, mas com a evolução da computação gráfica foi melhorando (a cada novo jogo lançado).

O designer Toby Gard imaginou-a inicialmente como um clone de Indiana Jones, mas logo isto foi descartado quando a  personagem não foi aceitada.

Então baseado no jogo Virtua Figther remodelou a personagem, porém seu nome era Laura Cruz, uma sul-americana. Somente na terceira concepção tivemos a inglesa Lara Croft e como curiosidade seu nome foi retirado de uma lista telefônica.

Lara sobreviveu a um acidente de avião, na Cordilheira do Himalaia, quando tinha 9 anos de idade e sua mãe foi dada como desaparecida. Ela resistiu a uma caminhada de 10 dias até Katmandu.

Lara Croft Mandy DeMonay é uma mulher cercada de luxo e riqueza, pois seu pai é Richard Croft Conde de Abbingdon. Quando ele faleceu Lara tinha apenas 18 anos de idade e herdou toda a fortuna do pai (tornando-se a Condessa de Abbingdon).

A arqueóloga é muito inteligente e viaja pelo mundo em busca de artefatos preciosos.  Como foi baseada em Indiana Jones é normal vê-la se aventurando em antigas tumbas e ruínas sempre envolta com armadilhas e quebra-cabeças.

Então Lara encontra diversos inimigos como: rivais, animais perigosos, criaturas lendárias, seres sobrenaturais e gangsters.

Lara Croft é mulher corajosa e independente, mas também muito teimosa. Ela foi treinada numa unidade militar demonstrando ter uma excepcional habilidade de luta.

Geralmente seu traje mais famoso é formado de blusa sem manga azul esverdeado, shorts marrons,  botas, meias brancas, luvas sem dedos, uma mochila pequena e um cinto utilitário com dois coldres (aonde ficam suas pistolas semi-automáticas). É uma roupa que aparece com algumas variações em praticamente todos os jogos.

Mais também podemos notar que existem outra roupas durante o jogo de acordo com o ambiente como: calça e jaqueta para um lugar frio e roupa de mergulho ou biquíni quando tiver que entrar na água.

Além de várias modelos cosplayers que fazem sucesso interpretando a personagem. A atriz Angelina Jolie nos presentou interpretando a arqueóloga em dois filmes.

Lara Croft: Tomb Raider – 2001

Na primeira aventura Lara ouve em sua mansão o som  de um relógio descobrindo que se encontra num compartimento secreto. O relógio é “O Olho que Tudo Vê”, que começou a funcionar sozinho no primeiro alinhamento dos planetas (que só repete a cada cinco mil anos).

O relógio funciona regressivamente sendo a chave para encontrar os dois pedaços do Triângulo da Luz, pois devido ao seu imenso poder foi escondido em duas partes distintas do mundo (uma no Camboja e a outra em Islândia).

Quem tiver os dois pedaços no momento do realinhamento terá poderes ilimitados. E Lara corre contra o tempo para evitar que a sociedade secreta, Os Illuminati tenham este poder que usarão para destruir o mundo.

O roteiro é bastante fraco e os efeitos especiais são razoáveis para época. E sinceramente apenas o que salva no filme é a presença de Angelina Jolie. Lembrando que o futuro James Bond, Daniel Craig, estava atuando aqui (como Alex West).

Lara Croft Tomb Raider: A Origem da Vida – 2003

Desta vez nossa heroína precisa encontrar a mítica caixa de pandora, que conta a lenda guarda todos os males do mundo. Ela está escondida num lugar chamado Origem da Vida, que fica no continente africano.

Nessa jornada ela terá que enfrentar o dr. Jonathan Reiss (Ciarán Hinds), um cientista que também está atrás do objeto (para vende-la como arma do juízo final).

Apesar de ter mais sequência de ação do que seu anterior. Infelizmente temos os mesmos erros também e a produção decepciona por causa disso. Se quiser assistir aos dois veja por sua conta e risco, pois não valem a perda de tempo.

Lara Croft merece uma adaptação que haja realmente de acordo com que os fãs fazem no jogo. Confira na galeria abaixo algumas imagens da bela aventureira.

E também relembre o primeiro Musas de Tinta da heroína aqui.

0 1.1 1.2 1.3 2.1 2 3 4 5 6 7 adam hughes angelina_by_pitoxlon calisto-lynn Carlos Rodriguez cedric poulat célio cardoso 1 célio-cardoso dave hoover Dominic_Marco ebas evolução-lara croft Guardian-Light joe_jusko joe-jusko kit kit_kit_kit 1 kit_kit_kit 2 lara croft 1996 Lara Croft, Witchblade and Aspen lara_croft___2013_by_decanandersen lara_croft_2013_by_jpaucroft lara_croft_2013_version_by_lara249 lara_render_12_by_pitoxlon lara_render_13_by_pitoxlon lara_render_15_by_pitoxlon lara_render_22_by_pitoxlon lara_render_23_by_pitoxlon lara_render_24_by_pitoxlon lara_render_c4d_by_milance941 lara_render-by_pitoxlon laracroft_legend_underworld lara-croft-1996 michael turner model_remake_by_lara249 modern_classic_by_lara249 nothing_exciting_by_xxximnotokayxxx photoshoot_02_by_lara249 thailand_beach_by_lara249 the_doppelganger_by_lpvictoria the_new_face_by_lara249 thony silas 1 thony silas 2 tomb raider tomb_raider____tibet_heavy_by_feareffectinferno wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper 5 wallpaper 6 wallpaper 7 wallpaper-lara croft-angelina jolie 1 wallpaper-lara croft-angelina jolie 2

Deixe um comentário

Arquivado em Musas de Tinta

Musas de Tinta

z

Capitã Marvel I

Monica Rambeau foi criada por John Romita, Jr. e Roger Stern,  surgindo pela primeira vez na edição Amazing Spider-Man Annual # 16, em 1982.

Suas feições foram baseadas na atriz Pam Grier. Monica foi tenente da patrulha portuária de sua cidade (e capitã de navio).

A mudança em sua vida aconteceu quando o professor André LeClare pediu sua ajuda. Já que estava envolvido com o ditador sul-americano, Ernesto Ramires, que tinha o interesse de usar a tecnologia do professor para criar armas letais.

O ditador estava usando a tecnologia para seu próprio benefício com o auxílio de Felipe Picaro, mas a intervenção de LeClare com Monica destruíram o protótipo que estava sendo construído.

Só que durante o processo Monica foi bombardeada com energias extra dimensionais que lhe proporcionaram seus superpoderes. Monica Rambeau pode converter seu corpo em energia e foi convencia pelo professor a combater o crime (a partir daí tornou-se uma heroína).

Ela procurou, os Vingadores, sendo recebida e logo foi treinada pelo Capitão América. Tornando-se amiga tanto de Steve quanto da Vespa e rapidamente terminado seu treinamento (virou membro efetivo).

Ao saber da história do Capitão Marvel adotou sua alcunha em homenagem a ele. Monica ficou estava preocupada por adotar o nome do falecido herói, porém os Vingadores não se opuseram e ela ficou mais aliviada.

Ela foi um dos melhores membros da equipe durante o período que esteve participando. A Capitã Marvel enfrentou diversos vilões e esteve na saga Guerras Secretas.

Assim que a Vespa abandonou a equipe, Steve,  nomeou a Capitã como líder da equipe ela logo foi aceitando. Ao enfrentar o monstro Leviatã, a heroína feriu-se de forma gravíssima e abandonou a equipe para cuidar de sua saúde. Quando voltou seus poderes haviam sido reduzidos (e com o tempo voltaram ao normal).

Nessa época ela não participava em tempo integral, pois estava apenas como membro reserva. Então o filho do Capitão Marvel assumiu o manto do pai e Monica sentiu-se mal deixando de lado o nome.

Genis-Vell deixou seu legado para a heroína, mas Monica declinou adotando o nome de Fóton. E numa grande confusão de trocas Genis também adotou o nome de Fóton.

Eu nunca vi um herói usar tantos nomes diferentes. É pra deixar confusa a cabeça de qualquer um, porque Monica já foi Capitã Marvel, Fóton e Pulsar (coisa mais maluca).

Atualmente a heroína é a  líder da equipe Nova Onda.

Confira na galeria abaixo algumas imagens da Capitã Marvel I

0 1.1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19   22 23 24 25 26 27 28  30

3121

32 33 34

29

Captain Marvel 1994 guerras_secretas

next-wave 1 nex-wave 2 wallpaper Wallpaper-Next-Wave

Deixe um comentário

Arquivado em Musas de Tinta

Musas de Tinta

z

Vixen

Seu nome  é Mari (Jiwe) McCabe e por um grande espaço de tempo esteve jogada no segundo escalão da editora. Ela tem a incrível capacidade de copiar qualquer habilidade animal  e basta apenas pensar pra utilizar seu poder.

Uma lenda diz que o guerreiro Tantu, na África antiga, fez um pacto com o Deus Aranha Anansi pedindo para conjurar um totem que conferisse poderes animais pra quem o usasse protegendo os inocentes.

Na verdade Anansi, era um alienígena que fazia constantes visitas a Terra e concedia poderes a um ser humano deixando em contato com a natureza (aconteceu o mesmo com o Homem-Animal).

Diante deste poder Tantu foi o primeiro herói da África e o totem foi passado de geração á geração pra família Jiwe (virando lenda).

Mari cresceu ouvindo esta história. Seu pai era o Reverendo Richard Jiwe, um padre que descende de Tantu. Infelizmente o Reverendo foi assassinado pelo seu meio-irmão, o General Maksai, pois se recusou a entregar a peça.

Mari já havia perdido a mãe há alguns anos atrás e quando se viu sozinha decidiu ir morar nos Estados Unidos. Em Nova Iorque mudou de nome, virando uma modelo famosa e viajando pelo mundo.

Numa de suas viagens ela encontrou o totem roubando-o de seu tio e utilizou seus poderes para tornar-se Vixen.

Na mal falada Liga Detroit a premissa conta que houve uma invasão marciana e na tentativa de repelir tal acontecimento. O Satélite da Liga ficou totalmente destruído e os membros ficaram abatidos quanto ao que aconteceria no futuro da equipe.

Aquaman era o líder e decidiu que permaneceria apenas quem pudesse se dedicar em tempo integral (sem prejudicar sua identidade civil). Foi um desastre, pois vários membros saíram.

Ficando apenas: Caçador de Marte, Homem-Elástico, Zatanna. E a solução foi incluir os novatos Gládio, Vibro, Vixen e Cigana.

Seu QG era um armazém chamado de Bunker  e ficava na cidade de Detroit (dããã… que óbvio!). Este período não é bem vista pelos fãs, porque principalmente veio depois da famosa fase Satélite.

A intenção era renovar a equipe misturando heróis antigos com novos, porém não surtiu efeito. O maior erro foi que não tinha nenhum herói de peso pra chamar atenção (e milagre é que não dá pra fazer).

Essa Liga da Justiça sofreu uma catastrófica derrota feita pelo Professor Ivo, pois seus androides mataram os heróis Gládio e Vibro (durante Lendas).

Depois deste fatídico acontecimento a equipe foi dissolvida e Mari saiu da vida de heroísmo.

Vixen teve um namoro conturbado com o Tigre de Bronze (Ben Turner) quando participou da equipe do Esquadrão Suicida, mas saiu por não conseguir controlar sua agressividade animal.

A heroína ganhou relevância ao entrar numa disputa amorosa com a Mulher-Gavião pelo coração de John Stewart (a parte mais incrível é que elas se tornaram “quase” amigas).

Este fato inusitado é que chamou minha atenção, porque Shayera e Carter Hal são almas gêmeas (bom pelo menos nos gibis foi dito isso).

E sinceramente isto comprova que Liga da Justiça não é um desenho para crianças, porque foi feito para um público mais adulto (e também é claro pros fãs de carteirinha assinada dos personagens).

Na animação podemos ver política, mortes, intrigas, desavenças, muita pancadaria e relacionamentos. Tem até sexo, pois o Flash se deitou com a bruxa Tala quando trocou de cérebro com Luthor (foi uma sugestão, mas deu pra notar que ela não gostou da volta de LL).

Através do excelente trabalho de caracterização de Bruce Timm Vixen ficou extremamente linda, muito provocante e ganhou uma enorme considerável legião de fãs (eu sou um deles).

Confira na galeria abaixo algumas imagens da  Vixen

0 1 2 3 4 5 6.1 7 9 10 11 12 13 14 15 SONY DSC 17 18 19 20 21 22 23 26 27 28 29 30 31 32 33

19 jla-marcio takara

34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 bestnameever bruce timm dave hoover dc_ladies_by_andreatamme deberzer ed benes 1 ed benes 2 Garrett Blair justice-league-international Lady_Godiva liga-de-detroit-1984 MannyHernan Paran_Dul_vs_Vixen wallpaper 1 wallpaper Women_of_DC_by_AdamHughes

Deixe um comentário

Arquivado em Musas de Tinta

Musas de Tinta

diana

Diana Palmer

A famosa namorada do Fantasma teve  que esperar 40 anos para poder se casar com seu amado (foi o noivado mais longo dos gibis). Diana nasceu em uma família rica seu pai é o cientista Henry Zapman e sua mãe Lily Palmer. Seu pai morreu quando era jovem, mas não aparece nas tiras sendo apenas citado.

Diana foi criada por sua mãe com o auxilio de seu tio David Palmer que assumiu ao longo dos anos a figura de pai. Na história Diana e Kit Walker se conhecem desde criança e depois da adolescência tornaram-se namorados.

Retratada inicialmente como uma moça rica, Lee Falk deu várias versões  para o passado de Diana. Entre elas uma aventureira que gostava de pilotar aviões, campeã olímpica de saltos ornamentais e finalmente uma enfermeira a serviço da ONU (cargo que ocupa até os dias de hoje).

Algum tempo depois foi transferida para o departamento de direitos humanos da organização.

O Casamento do Fantasma é uma das HQs mais clássicas de todos os tempos, pois o herói levou 42 anos para oficializar seu matrimônio (1978).

O gibi foi lançado pela RGE e começa com o Fantasma todo sem graça ao pedir Diana em casamento, mas ela aceita é claro! Só pra complicar o heróis precisa salvá-la duas vezes antes de subirem ao altar.

De forma trivial vemos o casal como se fossem pessoas normais, pois o Fantasma está todo nervoso enquanto Diana se apronta (e como não poderia deixar de ser há uma festa acontecendo na floresta).

Pra dar um gosto ainda melhor temos como convidados Mandrake e Lothar, que também são personagens criados por Lee Falk, o gibi também mostra o casal de pombinhos numa praia em plena lua-de-mel (desta união surgiram os gêmeos Kit e Heloise).

A HQ também abriu precedente para que outros heróis também trilahssem pelo mesmo caminho, pois Super-Homem e Homem-Aranha tem os matrimônios mais conhecidos e divulgados da web.

Em 1943 no antigo seriado da Columbia Pictures a atriz Jeanne Bates interpretou Diana.

O ator Frank Shannon (Dr. Zarkov dos seriados do Flash Gordon) era chamado de Professor Davidson e foi tio da personagem. Nesta versão ela não estava namorando o Fantasma, mas iria se casar com um homem chamado Byron no inicio da história.

E na adaptação de 1997 foi a vez da atriz Kristy Swanson (que deixou a desejar transformando-a numa riquinha mimada).

Ainda estão devendo uma adaptação que seja realmente fiel ao Espírito-que-Anda.

Como havia pouquíssimas imagens de Diana Palmer resolvi adicionar outras de personagens dos quadrinhos e desenhos que encontrei na web.

Confira na galeria abaixo: CheetaraWilma Flintstone, Margie Simpson, Betty Rubble, Calhoun, Quorra, Silk Espectre, Pedrita, Teela, Smurfete entre outras

2-jeanne-bates 3-kristy-swanson 4-casamento 5-luademel 6_phantom_guran 7 8 9 10 12 babydoll-sucker-punch bayonetta betty_rubbble_by_papawaff bruce timm calhoun cheetara christine-chapel elias_chatzoudis faye-valentine feiticeira Hilda-ganassa holly would jakita wagner-adam hughes jeff chapman jetson_girls_by_14_bis lady death Lara_Croft_cover_by_SeanE lola_by_pamsaa meg Miss Fury-alex ross mother_like_daughter_by_14_bis_by_goton15 mrs__lois_griffin_by_strike_force pedrita_by_RAYOUTHikaru peg_on_4th_of_july_by_14_bis quorra ray-mun-dlee red monika sailor-bruce timm scarlett_by_wry1-d3d2cuv she-ra-al-rio shi-ed benes

daisy_mayhen_by_14_bis

shunya-yamashita smurfette-chris-wahl Teela_BD1__by_Esenkas teela_by_dr_conz the_arabian_princess_by_msonia the_new_penelope_pitstop_adventures_by_14_bis Uhura-Star-Trek vampirella-michael turner voodoo

wilma-flintstone

Witchblade_Ice_Cream_by_frozenlilacs

wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper-by-j.-scott-campbell

Wallpaper_velma-dinkley

 wallpaper-dead-or-alive

2 Comentários

Arquivado em Musas de Tinta